Campanha de vacinação será dia 24

Cidade recebe Campanha de Multivacinação na próxima semana

"Além disso, muitos pais acreditam que não há necessidade de imunizar os filhos nesta faixa etária", explicou Barros. O objetivo da campanha é atualizar o cartão de vacinas dos dois grupos, oferecendo proteção para 17 doenças diferentes. Foram adquiridas 19 mil doses extras para fazer a campanha. "Caso haja alguma dúvida, nossa indicação é ir a um posto de saúde, sempre munido da caderneta de vacinação, para que um profissional analise se será necessária a aplicação de alguma dose", ressalta a coordenadora do Programa Estadual de Imunização da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Ana Catarina de Melo.

Mudanças no calendárioEm janeiro de 2016, o Ministério da Saúde promoveu alteração no esquema vacinal de quatro vacinas: poliomielite, HPV, meningocócica C (conjugada) e pneumocócica 10 valente. A vacinação será de forma seletiva para a população alvo. O dia D será realizado no dia 24 de setembro em todos os municípios catarinenses.

Poliomelite: A vacinação passou a ter três doses da vacina injetável, 2, 4 e seis meses, além de mais duas doses com a vacina em "gotinha".

Até ano passado, o esquema era feito com duas doses injetáveis e três orais. Essa é uma atualização técnica regular do Calendário Nacional de Vacinação e não prejudica a imunização de rotina na infância.

HPV - Como fica: 2 doses com intervalo de 6 meses para meninas de 9 a 13 anos. As crianças que devem receber dose são menores de 5 anos e de 9 anos a menores de 15 anos.

Pneumocócica (pneumonia): passou a ser administrada em duas doses a partir desta campanha de vacinação, e não mais três, após estudos indicarem que o efeito é o mesmo com uma dose a menos. As primeiras duas doses continuam sendo realizadas aos 3 e 5 meses. Entretanto, a heterogeneidade dos resultados dessas coberturas vacinais e, em especial, o recrudescimento de algumas dessas doenças, a exemplo da coqueluche e do surto de sarampo ocorridos nos anos de 2014 e 2015, e atualmente a ocorrência de surto de caxumba, com notificações da doença em várias unidades da federação, requerem estratégias adicionais para o resgate e vacinação dos não vacinados. O público-alvo é o das faixas etárias abaixo de cinco anos e entre nove e 14 anos. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Mais de 200 mil brasileiros já caíram no golpe do WhatsApp
Por isso, é importante fazer atualizações apenas a partir de lojas oficiais de aplicativos Android, como a Google Play Store.

Receita paga restituições do 4º lote nesta quinta-feira — Imposto de Renda
O valor para a restituição deste ano foi corrigido em 5,6%, índice referente à taxa Selic de maio a setembro. O lote inclui 2.176.455 restituições, que totalizam R$ 2,7 bilhões.

Mitsubishi GT-PHEV Concept pode ser a prévia do próximo Outlander
A Mitsubishi revelou nesta quarta-feira (14) uma de suas estrelas no Salão de Paris, que começa no final deste mês. No interior, a marca propõe um habitáculo moderno e espaçoso graças ao painel de instrumentos na horizontal.

Explosões do Samsung Galaxy Note 7 causam 26 queimaduras nos EUA
A esta altura já todos ouvimos falar do grande problema em que a Samsung se meteu, com a questão do seu Note 7 explosivo. A Samsung garante, no entanto, que a maior parte das lojas terá unidades para reposição nas próximas semanas.

Outras notícias