Anitta diz que ainda sofre preconceito por sua música

Anitta e suas dançarinas arrasam na “Paradinha”

Sobre a realidade das favelas no país, ela destacou: "Para você ter uma vida diferente dentro do que está naquele espaço, não tenho palavras para descrever, não tem oportunidade".

"Aqui no Brasil ainda existe muito preconceito comigo por conta do ritmo que eu canto, por ser muito nova, por fazer plástica e assumir, por dançar e rebolar sensual, por fazer sucesso com um ritmo popular e também pelo fato de vender autoconfiança, de vender autoestima para as mulheres".

A participação da Anitta no programa do jornalista Pedro Bial foi ao ar na madrugada desta sexta-feira (16) e além de apresentar o single "Paradinha", o que mais repercutiu foi a pequena aula de quadradinho que a cantora fez a pedido do apresentador.

Para conseguir alcançar fama internacional, Anitta explicou que faz tudo sozinha e gerenciando sua equipe, sem ninguém investindo nela.

A cantora afirmou que a luta contra o preconceito tem sido essencial na sequência de seu trabalho. "Fui planejando essa quebra de barreiras e rótulos aos poucos". Mas não vai ser rápido, assim como não foi no Brasil.

Anitta e Bial entoaram os versos da música Cruisin, em inglês. Nas redes sociais, surgiram os rumores de que as duas viviam em rixa, já que o clipe que gravaram juntas vazou antes da divulgação oficial e azedou a relação entre elas, levando até Iggy a apagar algumas fotos com a brasileira.

- Eu não acredito em competição, acho isso uma coisa burra. "Eu acredito numa união, cooperação", disse.

Anitta tem muitos motivos para sorrir à toa. Além de sair em outros idiomas, também, né? "A palavra 'bunda' está se internacionalizando graças à Anitta", comenta Pedro Bial, que pergunta o que é a famosa "Paradinha". Agora, a morena acredita que não é ela quem coloca esse medo nos crushs. Sou uma pessoa super normal, prática, eu acho.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Bárbara Norton de Matos deslumbra em dança de casamento
Bárbara acrescentou ainda que, para este momento, usou um segundo vestido de casamento, com uma grande importância sentimental. Foi ao som de "Reggaetón Lento (Bailemos)", do grupo CNCO, que o recém-casal mostrou os dotes que tem para a arte da dança.

Mais de 65 mil baianos faltam sacar o PIS
Sendo assim, o valor a ser recebido não é mais 1 salário mínimo e sim proporcional aos meses efetivamente trabalhados. No DF, dos 411.204 trabalhadores com direito ao benefício , 350.767 sacaram um valor que chega a R$ 245,7 milhões.

Fachin nega pedido da defesa de Lula para suspender processo do tríplex
Cristiano Zanin Martins rebateu o juiz federal afirmando que o Ministério Público Federal também fez o mesmo. Zanin respondeu: "Vossa excelência acha sempre que tudo o que a defesa fala é uma perda de tempo".

Queens of the Stone Age partilham o nome do novo álbum
O Queens Of The Stone Age compartilhou um novo teaser onde aparece monitorado e falhando em um detector de mentiras. Villains será o sétimo disco de estúdio da banda norte-americana e prevê-se que seja editado este verão.

Outras notícias