Começam as negociações para o Brexit

Comissão Europeia acolheria Reino Unido

As aguardadas negociações do Brexit finalmente começaram nesta segunda-feira (19) entre a União Europeia (UE) e um fragilizado governo britânico, com a intenção de conversações "construtivas" sobre a primeira saída, prevista para março de 2019, de um país em seis décadas de projeto europeu.

O Reino Unido, acrescentou, pretende negociar "num tom positivo e construtivo, determinado a construir uma parceria forte e especial com os aliados e amigos europeus".

Autoridades dos dois lados minimizaram as expectativas em relação ao que pode ser obtido em um dia.

Michel Barnier parte para as negociações com a prioridade de "retirar a incerteza provocada pelo Brexit [e] assegurarmo-nos que a retirada do Reino Unido acontece de uma maneira ordenada".

Atenção! Os comentários do site são via Facebook!

O fiasco eleitoral da premiê ressuscitou uma desavença a respeito da Europa entre seus colegas conservadores -que seu antecessor, David Cameron, tentou encerrar convocando o referendo- e deixou os líderes do bloco em dúvida quanto a seu plano para um "Reino Unido global" que a maioria deles encara como loucura total.

O primeiro dia de discussões será dedicado à organização prática das negociações.

"O ministro dos Negócios Estrangeiros britânico (Boris Johnson") fez questão de fazer declarações à imprensa à entrada desta reunião exprimindo justamente esse voto de que possa haver uma boa negociação que conduza a um acordo equilibrado, a uma saída negociada, e futuramente a uma relação muito próxima entre o Reino Unido e a UE.

No acerto de contas, a UE-27 quer que o Reino Unido cumpra os compromissos financeiros assumidos no âmbito do actual quadro financeiro, que expira em 2020, e continue a contribuir para o pagamento de funcionários britânicos, actuais e reformados, das instituições europeias.

Numa manobra mal calculada, Theresa May antecipou as eleições para fortalecer a sua maioria parlamentar e, assim, reforçar a sua posição negocial em Bruxelas, mas acabou por a perder nas eleições de 8 de Junho último, estando agora dependente de alianças - ainda em curso, estão as negociações com o DUP, os unionistas da Irlanda do Norte.

A primeira-ministra anunciou, ainda em Janeiro, a intenção de cortar de vez com a União Europeia, incluindo com o mercado único e com a união aduaneira, o que significa fazer um "hard Brexit".

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

FIFA estuda as seis mudanças que podem revolucionar o futebol
Assim, o jogo terminaria na primeira interrupção de jogo após a hora estipulada para o encontro. No desempate por penáltis , o IFAB diz que já se pode começar a testar uma ordem diferente.

Guardiola quer Dani Alves no Manchester City, diz TV britânica
E para isso deverá oferecer cerca de R$ 21 milhões (5,7 milhões de euros) à Juventus para acertar com o lateral-direito de 34 anos.

Rússia suspende cooperação para evitar incidentes no espaço aéreo da Síria
Um canal de comunicação entre os dois países foi estabelecido em outubro de 2015 para prevenir colisões entre as diferentes forças que operam no espaço aéreo sírio .

Nova série 'Star Trek: Discovery' estreará em setembro pela Netflix
Em vez disso, deixou a série nas mãos dos produtores executivos Gretchen Berg e Aaron Harberts. Os primeiros oito episódios vão ao ar de 24 de setembro a 5 de novembro nos Estados Unidos.

Outras notícias