Conmebol reduz pena de Felipe Melo de seis para três jogos

Conmebol diminui suspensão de Felipe Melo na Libertadores

O Tribunal de Apelações da Conmebol reduziu a pena imposta ao volante Felipe Melo, do Palmeiras, devido à briga no jogo contra o Peñarol (URU), em abril.

Com isso, a pena cai para três jogos.

O clube vai apresentar os argumentos que enviou ao Comitê de Apelação, órgão que pode reformar a decisão do Tribunal de Disciplina. Uma influência do mandatário seria muito ruim para o Palmeiras, já que o dirigente já se manifestou sobre a punição estabelecida, à que considera branda demais. O time brasileiro embasou a argumentação com vídeos e fotos tanto do jogo, como de partidas anteriores, para caracterizar que a briga foi iniciada pelos uruguaios depois de Felipe Melo ter feito um gestão religioso, e não provocativo, ao fim da partida.

Assim como a redução da punição ao jogador, a Conmebol também alterou a multa aplicada ao Palmeiras por envolvimento na confusão no estádio Campeón del Siglo.

Como Felipe Melo já cumpriu dois (não atuou contra Jorge Wilstermann, na Bolívia, e Tucumán, em São Paulo), o volante fica livre para enfrentar o Barcelona de Guayaquil, do Equador, na partida de volta das oitavas de final, no dia 9 de agosto, em São Paulo.

Com a atual punição, o meio-campista só estaria à disposição de Cuca em uma eventual semifinal.

Melo está se recuperando de uma cirurgia na mão esquerda e de uma lesão na coxa direita, sofridas no sábado passado, diante do Fluminense - a previsão de retorno é de seis semanas. Em vez de 10 mil dólares (cerca de R$ 32 mil), o novo valor a ser pago será de US$ 5 mil, por volta de R$ 16 mil.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

PS vai analisar declarações de deputado que chamou "cigana" a outra deputada
Manuel dos Santos foi para Bruxelas, no ano passado, substituir Elisa Ferreira, quando esta rumou ao Banco de Portugal. Como cidadão e socialista acho lamentáveis e chocantes as declarações de Manuel dos Santos sobre Luisa Salgueiro.

Cantora paraibana morre em acidente de carro no Sergipe
Em 2003, sua carreira se transformou ao ingressar para o " Cavaleiros do Forró ", onde permaneceu por dez anos. O veículo que o casa se encontrava colidiu com um ônibus em um cruzamento na região central da cidade.

Decretados serviços mínimos para a greve dos professores
O líder da Fenprof, Mário Nogueira, diz que apenas foi por agora informado que a decisão não foi unânime no colégio que avaliou o caso.

Wilma de Faria, ex-governadora, morre de câncer em Natal
A ex-governadora do Rio Grande do Norte Wilma de Faria morreu , aos 72 anos, em Natal na noite desta quinta (15). Garibaldi Alves, do PMDB, afirmou que "a notícia de sua morte entristece o Rio Grande do Norte".

Outras notícias