Ex-chanceler alemão Helmut Kohl morreu hoje

Helmut Kohl

Morreu esta sexta-feira, aos 87 anos, o antigo chanceler alemão Helmut Kohl, confirmou a CDU - partido de que foi líder - através do Twitter, depois de a imprensa alemã ter avançado a notícia.

Apelidado por muitos de "o Pai da Reunificação", Helmut Kohl nasceu a 3 de abril de 1930 e serviu como Chanceler da República Federal Alemã entre 1982 e 1990.

A União Cristão Democrata (CDU) de Kohl ganhou as primeiras eleições livres na Alemanha Oriental, em 18 de março de 1990, com 40,8% dos votos, um resultado que para o chanceler teve o valor de um plebiscito.

O antigo chanceler alemão deixou a vida política ativa em 2002 e estava dependente de uma cadeira de rodas desde que sofreu um acidente vascular cerebral em 2008.

O partido do ex-chanceler pagou multa pesada, e Kohl, teve sua reputação abalada.

O ex-presidente dos Estados Unidos George W. Bush afirmou que "lamenta a perda de um verdadeiro amigo da liberdade". É considerado como o pai da reunificação da Alemanha e chegou a ser referido como "o chanceler da união".

Este católico praticante nascido em uma família da pequena burguesia de Ludwigshafen, sumariamente enfraquecido por uma rebelião interna em seu partido, a União Cristã Democrata (CDU), surpreendeu a todos no fim de 1989.

Histórico. Quando, em 1982, aos 52 anos, Kohl assumiu as rédeas do governo da Alemanha Ocidental, favorecido por uma mudança de alianças no Parlamento, seu aspecto rústico e provinciano propiciou-lhe alguns apelidos sarcásticos.

Casaram-se dois anos depois e, lado a lado, viveram uma lenta reconciliação com a CDU, ainda que marcada por suas ácidas críticas a Angela Merkel e outros companheiros a quem atribuía falta de visão europeia. Tornou-se então líder da oposição no Bundestag (Câmara dos Deputados).

Gerhard Schroeder, sucessor de Kohl como chanceler, o descreveu como "grande patriota e europeu". O The Guardian conta ainda que Angela Merkel era sua protegida, referindo-se a ela como "a sua menina". Indicado por seu partido como candidato a chanceler, em 1976, foi derrotado pela coalizão de centro esquerda, de Helmut Schmidt.

Helmut Kohl foi "a própria essência da Europa", disse o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Eldorado atinge produção de 730 mil/t de celulose em Três Lagoas
A Eldorado é um dos principais ativos da J&F colocados à venda, depois que os irmãos Joesley e Wesley Batista se envolveram em escândalo de corrupção.

U2 confirma nova data de show em São Paulo
A assessoria que cuida da vinda do U2 ao país não informou detalhes sobre o que inclui o pacote referente a esse ingresso. A compra dá direito ao acesso a Área VIP exclusiva, junto ao Palco com atendimento especial.

Grávida, Eliana recebe alta 'temporária' e comemora: 'agradecida e feliz'
Recentemente, a apresentadora, que está grávida de 6 meses, se afastou do SBT após sofrer um descolamento de placenta em maio. Eliana dividiu a novidade com os seus seguidores no Instagram: " Notícia maravilhosa para começar bem o final de semana".

Fitch vai passar posição portuguesa de "estável" para "positiva"
AFitch anunciou esta sexta-feira uma melhoria o outlook do país, para a evolução da dívida soberana. Em 2018, registar-se-á um abrandamento, caso se confirmem as previsões da Fitch, para 1,6%.

Outras notícias