Indicação de Temer renderia R$ 50 mi a Yunes, diz Joesley

Justiça Federal nega liberar venda de frigoríficos da JBS na América Latina

O Instituto Nacional de Criminalística terminou a perícia da gravação da conversa entre o presidente Michel Temer e o empresário Joesley Batista, um dos donos da JBS. A análise identificou mais de 180 interrupções "naturais" no áudio, de acordo com o jornal.

Na noite de quinta-feira (22/6), o ministro Edson Fachin, do STF, determinou que a PF enviasse o relatório com os resultados da perícia assim que os trabalhos fossem concluídos.

O diálogo em que Temer diz a Joesley para "manter" a ajuda financeira a Funaro e Cunha enquanto ambos estão presos precisou passar por perícia após a defesa do presidente, com ajuda da Folha de S. Paulo, contestar a integridade do material. O suborno sistemático seria uma forma de impedir que os dois fizessem acordo de delação.

Além de dar aval a Joesley para o pagamento de uma mesada a Cunha, na mesma ocasião, Temer indicou ainda o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB) para resolver uma questão da J&F Investimentos, holding que controla a JBS. "Tudo" responde Temer. Munido da gravação e outros documentos, Batista fez um acordo de delação premiada para delatar Temer e Loures, entre outros políticos. Interrogado pela Polícia Federal, Joesley afirmou que o dinheiro seria para o grupo de Temer.

O inquérito servirá de base para a possível denúncia que o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, fará em desfavor de Temer. O presidente foi posteriormente acusado de não ter agido ao tomar conhecimento das ações do empresário para afetar investigações em andamento. Segundo especialistas, ela poderia não ter utilizado dos meios corretos para avaliar o conteúdo entregue ao Ministério Público Federal (MPF).

A Procuradoria-Geral da República deverá apresentar até terça-feira, segundo o MPF, denúncia contra Temer ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

De saída do São Paulo, Maicon não enfrenta Atlético; Rodrigo Caio viaja
Nesta quinta-feira, Maicon foi ao Rio de Janeiro para se reunir com seu empresário, Carlos Leite ( veja na foto ). Na legenda, Maicon escreveu em inglês que está "acertando os últimos detalhes".

Constituinte é ameaça à democracia na Venezuela — Vaticano
A chanceler da Venezuela, Delcy Rodríguez, comemorou o que qualificou como um dia de "vitória" na OEA. O encontro aconteceu à margem da Assembleia Geral da organização, em Cancún, no México.

Fenprof garante que greve não afetou exames
Foram muitas as escolas básicas e jardins-de-infância que hoje não abriram portas e foram centenas os conselhos de turma adiados, devido à greve.

Cinco pessoas morrem electrocutadas em parque aquático
O incidente aconteceu na cidade de Akyazi, na província de Sakarya, a 100 km a leste da capital do país, Istambul. As notícias dão conta de que os cinco foram levados para o hospital de emergência, mas não se salvaram.

Outras notícias