Indicação de Temer renderia R$ 50 mi a Yunes, diz Joesley

Joesley Batista presidente da JBS- Claudio Belli  Agência O Globo

O Instituto Nacional de Criminalística terminou a perícia da gravação da conversa entre o presidente Michel Temer e o empresário Joesley Batista, um dos donos da JBS. A análise identificou mais de 180 interrupções "naturais" no áudio, de acordo com o jornal.

Na noite de quinta-feira (22/6), o ministro Edson Fachin, do STF, determinou que a PF enviasse o relatório com os resultados da perícia assim que os trabalhos fossem concluídos.

O diálogo em que Temer diz a Joesley para "manter" a ajuda financeira a Funaro e Cunha enquanto ambos estão presos precisou passar por perícia após a defesa do presidente, com ajuda da Folha de S. Paulo, contestar a integridade do material. O suborno sistemático seria uma forma de impedir que os dois fizessem acordo de delação.

Além de dar aval a Joesley para o pagamento de uma mesada a Cunha, na mesma ocasião, Temer indicou ainda o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB) para resolver uma questão da J&F Investimentos, holding que controla a JBS. "Tudo" responde Temer. Munido da gravação e outros documentos, Batista fez um acordo de delação premiada para delatar Temer e Loures, entre outros políticos. Interrogado pela Polícia Federal, Joesley afirmou que o dinheiro seria para o grupo de Temer.

O inquérito servirá de base para a possível denúncia que o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, fará em desfavor de Temer. O presidente foi posteriormente acusado de não ter agido ao tomar conhecimento das ações do empresário para afetar investigações em andamento. Segundo especialistas, ela poderia não ter utilizado dos meios corretos para avaliar o conteúdo entregue ao Ministério Público Federal (MPF).

A Procuradoria-Geral da República deverá apresentar até terça-feira, segundo o MPF, denúncia contra Temer ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Polícia Legislativa investiga envio de envelope com cocô a Rodrigo Maia
Os policiais apuram de qual agência dos Correios o envelope foi despachado, para saber se é possível identificar o remetente. Apesar de ser o destinatário, Maia não chegou a ver o envelope, que foi aberto por uma funcionária do gabinete.

Neymar e Bruna Marquezine novamente separados. "Espero que ela seja muito feliz"
Em abril de 2014, os dois voltaram a se seguir nas redes sociais, reacendendo o relacionamento, que chegou ao fim pouco depois. Durante leilão beneficente do Instituto Neymar Jr, o jogador chamou atenção com a ausência do seu anel de compromisso.

Constituinte é ameaça à democracia na Venezuela — Vaticano
A chanceler da Venezuela, Delcy Rodríguez, comemorou o que qualificou como um dia de "vitória" na OEA. O encontro aconteceu à margem da Assembleia Geral da organização, em Cancún, no México.

Impasse sobre teto de gastos trava recuperação fiscal do Rio
Durante a entrevista, Picciani disse que já havia conversado com Pezão, em 2015, sobre cortes no orçamento e a licitação da Cedae. "É um governo muito despreparado, começando pelo governador, e isso avança muito quando não tem comando", observou.

Outras notícias