Lula lidera para 2018, e Bolsonaro vai a 16%

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa de comício pela reeleição de Dilma Rousseff em outubro de 2014 em São Bernardo do Campo São Paulo

O Datafolha listou oito cenários: o presidente da República de 2002 a 2010 ganhou nos cinco em que o seu nome foi sugerido aos inquiridos; nos outros três, a preferida foi a ecologista Marina Silva (Rede), terceira classificada nos últimos dois sufrágios; o conservador Jair Bolsonaro (PSC) apareceu sempre entre o segundo e quarto lugares; em nenhuma das alternativas foram colocados à apreciação os nomes de Aécio Neves (PSDB), segundo mais votado em 2014 mas atingido na Lava-Jato, nem de Michel Temer (PMDB), o atual presidente da República, investigado na mesma operação.

Bolsonaro registra tendência de alta.

O tucano, por sua vez, oscilou positivamente em simulações de primeiro e segundo turnos, mas a sua rejeição cresceu para 34%, atrás apenas da de Lula.

No quarto lugar da pesquisa aparece o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa (sem partido), com 11% das intenções de voto.

Os 30% de preferência do eleitorado também são alcançados por Lula quando o governador paulista, Geraldo Alckmin, substitui Doria como concorrente.

O petista empata com Marina e com o juiz Sergio Moro (sem partido) na margem de erro, de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

De acordo com o levantamento, Lula teve um crescimento em sua popularidade de 8% em relação ao dezembro de 2015, quando tinha 22% da intenção de voto.

Lula lidera as intenções de votos em todos os cenários.

Já num cenário com o juiz Serio Moro, o magistrado alcança segundo lugar no primeiro turno, com 14% das intenções de voto, numericamente empatado com Marina Silva e tecnicamente empatado com Bolsonaro, que aparece com 13%.

Caso Lula, que é acusado na Lava Jato de crime de corrupção e organização criminosa, não venha a disputar a eleição, o cenário fica mais conturbado. Sem o PT na disputa, Marina Silva tem 22% e Jair Bolsonaro vai a 16%. Brancos e nulos totalizaram 16%, enquanto os indecisos são 2%. Brancos e nulos são 15%, e os indecisos somam 2% do total. Em seguida, estariam Joaquim Barbosa, com 12%, e Ciro Gomes (PDT) e Alckmin com 8%. Brancos e nulos totalizam 15%, enquanto os indecisos são 2%. Brancos e nulos somam 23%. O percentual estimado de votos brancos e nulos é de 19%.

Cenário 2 Lula: 45% Doria: 34%.

O PT foi o partido de maior preferência com eleitorado, com 18% de intenções de voto.

Depois do impeachment de Dilma Rousseff, a sigla da ex-presidente ainda penava. Já a ex-senadora caiu um ponto porcentual nas intenções.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

MEC divulga resultado da lista de espera do ProUni
A bolsa do ProUni só pode ser concedida caso haja formação de turma, com número mínimo necessário de alunos matriculados. O programa concede aos estudantes bolsas de estudo integrais ou parciais em instituições privadas do ensino superior.

Anitta se prepara para gravar música com Justin Bieber
Os fãs de Anitta estão bastante empolgados e não veem a hora dela lançar um novo hit, desta vez com Justin Bieber . Sua último lançamento, ainda apenas em áudio, foi a música 'Sua Cara', em parceria com Pablo Vittar e Major Lazer .

Facebook cria animação para homenagear 20 anos de Harry Potter
No Twitter , ao comentar com hastag #HarryPotter20 , o comentário fica com a imagem do icônico óculo do personagem. O mesmo irá acontecer se você escrever as palavras "Gryffindor", "Ravenclaw", "Hufflepuff" e "Slytherin".

Falabella e atriz trocam farpas no Faustão
Samantha , Ícaro Silva, Luiza Possi e Nelson Freitas foram classificados para a final do Show dos Famosos , na próxima semana. Você tem CD vendendo nas lojas? - Não tenho CD vendendo CD na loja, mas tenho uma carreira paralela de cantora .

Outras notícias