Palocci é condenado a 12 anos de prisão por corrupção

ReproduçãoPalocci foi condenado por Sérgio Moro a 12 anos de reclusão em processo da Lava Jato

O ex-assessor de Palocci Branislav Kontic foi absolvido por Moro dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Ex-ministro dos governos Lula e Dilma foi condenado na Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Nessa ação, ele foi investigado por ter interferido para favorecer a Odebrecht em uma licitação de 21 sondas Petrobras. "A responsabilidade de um ministro de Estado é enorme e, por conseguinte, também a sua culpabilidade quando pratica crimes".

O juiz diz ainda que os valores "serviram para remunerar, sem registro, serviços prestados em campanhas eleitorais, o que representa fraude equivalente em prestações de contas eleitorais".

Na sentença, o juiz afirma ainda que Palocci "é um homem poderoso e com conexões com pessoas igualmente poderosas e pode influir, solto, indevidamente contra o regular termo da ação penal e a sua devida responsabilização". Moro ainda salienta que o crime "se insere em um contexto mais amplo, de uma relação espúria de anos entre o grupo Odebrecht e o condenado".

O ex-ministro foi preso em setembro de 2016, durante a operação Omertà, um desdobramento da Lava Jato, e está atrás das grades desde então.

Parte do dinheiro, cerca de R$ 12,4 milhões, teria sido usada para comprar um terreno, que seria usado para a construção de uma sede do Instituto Lula.

Na condenação de Sérgio Moro, ficou Moro determinada ainda a interdição do ex-ministro para exercício de cargo ou função pública pelo dobro do tempo da pena. A defesa de Palocci não havia se manifestado sobre a sentença na manhã desta segunda (26).

Além do político, de Branislav Kontic e de Marcelo Odebrecht, a ação penal tinha mais 11 réus. Nos dois casos, por falta de provas.

Palocci também foi citado nas delações premiadas de executivos da Odebrecht e dos marqueteiros João Santana e Mônica Moura.

Inicialmente, o juiz condena Marcelo Odebrecht, herdeiro da empreiteira, a 12 anos, dois meses e 20 dias de reclusão.

A pena deve ser cumprida em regime fechado, e a progressão para o regime aberto vai depender da devolução do dinheiro dos crimes cometidos.

A partir de então, cumprirá mais 2 anos e 6 meses no denominado regime fechado diferenciado, com recolhimento domiciliar integral e tornozeleira eletrônica.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Filtros de óleo Mahle
Os filtros de óleo da Mahle são capazes de manter a quantidade do óleo a todos os momentos. Estes cartuchos são feitos de papel para assegurar que são amigos do ambiente.

Seis pessoas atropeladas em Newcastle
Segundo a BBC , uma das pessoas atropeladas terá sido uma criança, que se encontra em estado grave. Uma mulher de 42 anos foi detida pelas autoridades e estará a ser interrogada.

Catar rejeita lista de exigências de países árabes
Tendo sido a Turquia um dos primeiros países a dar a mão ao Qatar logo no início da guerra diplomática. Os quatros governos árabes entregaram a sua lista de demandas na quinta-feira.

Gmail irá deixar de analisar emails para publicidade personalizada
Os usuários inclusive poderão desativar totalmente a personalização de anúncios dentro do Gmail , de acordo com a empresa. Com o objectivo de tornar o serviço G Suite mais atrativo para as empresas a Google optou por fazer esta alteração.

Outras notícias