Parlamento japonês aprova lei que abre caminho à abdicação do imperador

O Imperador Akihito deverá renunciar ao trono do Japão até ao final de 2018 Kim Kyung Hoon  Reuters

A Câmara Alta do parlamento do Japão aprovou nesta sexta-feira a proposta legislativa que permitirá ao imperador Akihito ceder o trono a seu filho, o príncipe herdeiro Naruhito, naquela que será a primeira abdicação neste país em 200 anos.

Akihito, que tem 83 anos e passou por uma cirurgia cardíaca e um tratamento de câncer na próstata, disse no ano passado, em comentários públicos raros, que teme que a idade lhe dificulte continuar no cumprimento de suas tarefas.

A lei se aplica apenas a ele, que deverá ceder o trono a seu filho mais velho, príncipe Naruhito, em uma data estipulada por decreto em um prazo de três anos após sua promulgação.

Não se espera uma abdicação até pelo menos o final de 2018, segundo a imprensa japonesa.

Mesmo que a abdicação póstuma está contemplada na atual lei da Casa Imperial, no passado, metade dos 125 imperadores que ocuparam o Trono do Crisântemo abandonaram o cargo antes da sua morte, o último foi o imperador Kokaku, em 1817. Se tudo ocorrer como o previsto, Akihito deve entregar o trono do Crisântemo no início de 2019.

Segundo várias pesquisas, 90% dos japoneses consideram necessário autorizar o imperador a abdicar. A atual legislação japonesa que rege a Casa Imperial não permitia a abdicação.

Os nacionalistas querem evitar que o sistema de transmissão do posto por via masculina seja questionado.

Ainda no caso da filha do imperador ter um filho homem, este não figuraria na ordem de sucessão ao trono, assim como as filhas dos príncipes.

O casamento de Mako irá deixar em 18 o número de membros da dinastia hereditária reinante mais antiga do mundo.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

TV Brasil exibe ao vivo amistoso Brasil X Argentina
Na seleção, Ederson já encontrou dois dos seus novos companheiros de clube, o volante Fernandinho e o atacante Gabriel Jesus. A geração das imagens ficará a cargo da CBF , que enviou uma equipe à Melbourne e terá um estúdio em sua sede, no Rio .

Comentários de Trump sobre atentados são "repugnantes", diz ministro iraniano
Nesta quarta-feira (7), a capital do Irã, Teerã, viveu momentos de terror após dois suicidas ligados ao grupo Estado Islâmico (EI) explodirem bombas no mausoléu do aiatolá Khomeini e no Parlamento iraniano, que foi tomado em sequestro.

Neymar se diverte com Marquezine em parque de diversões nos EUA; fotos
Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. De férias, Neymar postou uma foto com Bruna Marquezine na noite deste sábado (3).

Rômulo Neto: 'Cléo Pires foi a grande mulher da minha vida'
Hoje em dia a gente é amigo, temos uma relação de muita cumplicidade e muita parceira. "Ela é muito especial pra mim, eu aprendi muito com ela", disse o ator.

Outras notícias