Pedrógão. Militares da GNR denunciam falta de meios

Militares da GNR dizem que “estrada da morte” não foi cortada por falta de meios

César Nogueira afirma que vários militares estão indignados pela abertura de um inquérito pela ministra da Adminstração Interna, "parecendo dar logo à partida responsabilidades aos guardas que estiverem no local".

A Associação dos Profissionais da Guarda apontou a falta de militares em patrulhas e problemas no sistema de comunicações (SIRESP) como razões para a estrada nacional 236 não ter sido cortada.

O responsável adiantou que vários militares estão afetados com a tragédia e alguns meteram mesmo baixa psicológica porque sentem que fizeram tudo o que podiam e acabaram por não conseguir salvar dezenas de pessoas.

O presidente da associação, César Nogueira, esperou alguns dias para reagir a este caso mas explica que depois de recolheram elementos confirmaram que em cada um dos três concelhos afetados (Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pêra) existiam apenas dois homens num carro em patrulha.

Um dos exemplos dados por Nogueira é o do posto da GNR de Pedrógão Grande, que tem 15 militares, quando deveria ter o "dobro". Esta situação, aliada às falhas no SIRESP, provocou um cenário de "falta de meios". Realçou ainda que de serviço naquele dia, 17 de julho, só estavam dois de patrulha e um no posto devido a folgas e férias.

"Quem não cortou a estrada não o fez porque não tinha informação", disse.

Associação dos Profissionais da Guarda acredita que o problema de falta de meios poderiam ser resolvido se metade dos 23 mil profissionais da GNR a cumprir funções burocráticas ou administrativas fossem alocados para trabalho operacional no terreno. Por isso, César Nogueira lamenta que tantos guardas façam trabalho burocrático e não no terreno.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Motorista atropela três durante encontro de skatistas em SP
No Facebook, o skatista Gabriel Magalhães afirmou que um dos feridos teve o punho machucado e outro o joelho quebrado. Neste domingo, os skatistas se reuniram para comemorar o Dia do Skate , celebrado mundialmente no dia 21 de junho.

Morreu Félix Mourinho, pai de José Mourinho
José Mourinho já se manifestou nas redes sociais, partilhando uma imagem do pai, na sua conta de Instagram sem legenda. Morreu ao final da tarde deste domingo, Félix Mourinho, vítima de doença prolongada, aos 79 anos.

Seis pessoas atropeladas em Newcastle
Segundo a BBC , uma das pessoas atropeladas terá sido uma criança, que se encontra em estado grave. Uma mulher de 42 anos foi detida pelas autoridades e estará a ser interrogada.

Portugal vai defrontar o Chile na Taça das Confederações
A outra vaga na final será decidida entre Alemanha e México na quinta-feira, 29, às 15 horas, no Fisht Olympic Stadium, em Sochi. E apenas duas partidas tiveram vitória por mais de um gol. "Não se deem o trabalho de ler a imprensa britânica hoje", completou.

Outras notícias