Polícia Legislativa investiga envio de envelope com cocô a Rodrigo Maia

1/6Rafaela Felicciano  Metrópoles

Circula pela internet uma notícia que diz que a Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados investiga o envio de um envelope para o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), com cocô dentro.

Apesar de ser o destinatário, Maia não chegou a ver o envelope, que foi aberto por uma funcionária do gabinete. O caso teria ocorrido no início desta semana.

O Departamento de Polícia Legislativa da Câmara já investiga.

Outros deputados teriam recebido envelopes semelhantes em seus gabinetes.

Os policiais apuram de qual agência dos Correios o envelope foi despachado, para saber se é possível identificar o remetente. Eles buscam imagens de câmeras de segurança para identificar o suspeito. A reportagem tentou contato com a assessoria do deputado, que não quis comentar o caso.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Tenista inglês acusa positivo por consumo de cocaína — Doping
Com o resultado positivo do antidoping realizado no dia 24 de abril, Evans está provisoriamente suspenso a partir de 26 de junho. Em 2007, a suíça Martina Hingis deu positivo por cocaína em Wimbledon e foi suspensa pela ITF por dois anos.

Cinco pessoas morrem electrocutadas em parque aquático
O incidente aconteceu na cidade de Akyazi, na província de Sakarya, a 100 km a leste da capital do país, Istambul. As notícias dão conta de que os cinco foram levados para o hospital de emergência, mas não se salvaram.

Um morto e um ferido grave em despiste contra portagem da A41
Um acidente na A-41 na zona de Argoncilhe, no concelho de Santa Maria da Feira, provocou um morto e um ferido. O ferido grave é o funcionário da concessionária Brisa, que já foi transportado ao hospital de S.

'Sonha em conhecer Paris? 'Não venha', brasileiro viraliza na internet
Mas, para não entrar em generalizações, ele explicou melhor o caso: "Generalizar, dizer que o povo fede na Europa, é um clichê". Ele é categórico: "Vou dar um conselho para você que quer vir para a Europa nos meses de junho, julho e agosto: não venha".

Outras notícias