Polícia Legislativa investiga envio de envelope com cocô a Rodrigo Maia

Polícia apura carta com fezes para Maia

Circula pela internet uma notícia que diz que a Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados investiga o envio de um envelope para o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), com cocô dentro.

Apesar de ser o destinatário, Maia não chegou a ver o envelope, que foi aberto por uma funcionária do gabinete. O caso teria ocorrido no início desta semana.

O Departamento de Polícia Legislativa da Câmara já investiga.

Outros deputados teriam recebido envelopes semelhantes em seus gabinetes.

Os policiais apuram de qual agência dos Correios o envelope foi despachado, para saber se é possível identificar o remetente. Eles buscam imagens de câmeras de segurança para identificar o suspeito. A reportagem tentou contato com a assessoria do deputado, que não quis comentar o caso.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Neymar e Bruna Marquezine novamente separados. "Espero que ela seja muito feliz"
Em abril de 2014, os dois voltaram a se seguir nas redes sociais, reacendendo o relacionamento, que chegou ao fim pouco depois. Durante leilão beneficente do Instituto Neymar Jr, o jogador chamou atenção com a ausência do seu anel de compromisso.

Tenista inglês acusa positivo por consumo de cocaína — Doping
Com o resultado positivo do antidoping realizado no dia 24 de abril, Evans está provisoriamente suspenso a partir de 26 de junho. Em 2007, a suíça Martina Hingis deu positivo por cocaína em Wimbledon e foi suspensa pela ITF por dois anos.

Mallu Magalhães gera revolta após comentário sobre questão racial
Em sua participação no 'Encontro' dessa sexta (23), a cantora mandou um recado antes de apresentar a mesma canção. Nas redes sociais, o nome da artista foi alçado as termos mais comentados do Twitter.

Prévia da inflação atinge menor nível para junho em 11 anos
Estes números confirmam uma retomada das vendas no maior mercado brasileiro, que representa 28% das vendas de móveis no País. O grupo foi pressionado, ainda, pela taxa de água e esgoto (1,57%), condomínio (1,14%) e artigos de limpeza (0,84%).

Outras notícias