Portugal e Brasil estão unidos pela alma, diz Marcelo

Cidade do Porto

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, não vai encontrar-se com o seu homólogo brasileiro, Michel Temer, devido a "um problema no programa" do Presidente do Brasil. O chefe de Estado revela ter "pena", mas desvalorizou a questão: "O essencial é o encontro entre povos".

O chefe de Estado vai "conservá-lo para, na altura em que deixar de ser Presidente da República", o "oferecer ao Museu da Presidência". "Há Presidentes que, em virtude de conjunturas que só eles conhecem e de problemas que só eles conhecem, têm mais disponibilidade que outros".

"Ele tem uma Ribeira espetacular, é um bom retratista e, no meu caso, no retrato feito há cerca de um ano, apanhou o estilo e a minha maneira de ser. É um bom retrato daquilo que terá sido, no final, o meu mandato na Presidência da República", explicou Marcelo Rebelo de Sousa, em declarações aos jornalistas depois de inaugurar, pelas 15:00, a exposição "O Foral do Porto".

Recorde-se que Marcelo e Costa estão no Brasil, com passagens em São Paulo e no Rio de Janeiro, para assinalar o Dia de Portugal junto das comunidades portuguesas naquele país.

O Presidente da República optou, sábado à noite, por fazer "um discurso de coração" perante centenas de luso-descendentes, que, em São Paulo, se reuniram para celebrarar o Dia de Portugal.

O chefe de Estado disse que Portugal acompanha "muito de perto" as comunidades "com uma palavra de incondicional solidariedade, em especial para as que mais sofrem ou desesperam", bem como se abre "àquelas e aqueles" que chegam ao país "de tantas paragens sonhando ficar" e ter uma vida melhor do que aquela que "lhes é negada nas suas terras natais".

Neste ponto, Marcelo Rebelo de Sousa referiu-se à história da sua própria família, com constantes mudanças de vida entre Portugal e o Brasil - "uma história comum a centenas de milhares de famílias, que vivem como se tivessem uma só pátria".

Sem qualquer referência à atual conjuntura política brasileira, o Presidente da República concluiu em síntese: "Podem mudar as políticas, mais para a esquerda, mais para a direita ou mais para o centro, podem mudar as sensibilidades e os tempos, mas continua aquilo que nos une: a alma", apontou. "É por causa do território espiritual que António Guterres é secretário-geral das Nações Unidas", acrescentou.

O Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, defendeu no seu discurso do Dia de Portugal, no Porto, um país "independente" e "livre da sujeição".

Os principais monumentos de São Paulo foram iluminados com as cores verde e vermelho da bandeira de portuguesa, numa homenagem da Prefeitura da cidade pelas comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades.

"Portugal contou consigo, pode contar com Portugal", declarou o chefe de Estado, dirigindo-se a João Dória, na abertura da parte institucional das comemorações do 10 de Junho na maior cidade brasileira.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Gabriel Jesus fratura o rosto e é cortado da Seleção Brasileira
O atacante Gabriel Jesus fraturou a órbita esquerda, região da face que protege o olho, e acabou cortado da Seleção Brasileira. Tem de haver cuidado para fazer ajustes, mescla, sem mudanças excessivas - afirmou o técnico.

Lewis Hamilton é pole do GP do Canadá de F1
Vettel ficou a 0s330 do tempo de Hamilton depois de ter liderado o terceiro treino livre pela manhã. Com pouco mais de um minuto para o fim, então, os quatro concorrentes à pole foram para a pista .

Braga vence Benfica e está na final do campeonato de futsal
A equipa minhota, que já tinha vencido o primeiro jogo, voltou a vencer o Benfica no segundo jogo das meias-finais. A reviravolta começou nos pés de André Coelho que fez o empate três minutos depois do golo dos 'encarnados'.

Palmeiras 3 x 1 Fluminense - Para lavar a alma, Cuca?
Com Jean em um dia de pouca inspiração, Cuca resolveu trocá-lo no intervalo por Thiago Santos para fortalecer o meio de campo. Na campanha do título, o Palmeiras terminou como o melhor ataque e era aquele que mais finalizava corretamente.

Outras notícias