Serviço onde surgiu surto de sarna encerrado. Tratamento prossegue

Surto de sarna no hospital de Viseu obriga a tratamento de profissionais e doentes

O surto de sarna está confinado ao serviço de ortopedia A do Hospital de Viseu e está descartado o risco da infeção se ter estendido a outras secções do hospital, apurou a TVI24 no local.

Nesta altura, para além dos 24 doentes que estão em isolamento, há 15 profissionais entre enfermeiros e auxiliares que estão em casa.

Segundo o presidente, foi chamada a comissão de controle de infeção e "feita a profilaxia no conjunto dos profissionais identificados que tiveram contacto e exposição não controlada com estes doentes".

"Evitou-se a circulação dos doentes a não ser para procedimentos absolutamente essenciais ao tratamento", explicou ainda Cílio Correia, adiantando igualmente que o tratamento está a ser feito a vários pacientes e profissionais de saúde, como forma de garantir o rápido fim do surto. Também 76 funcionários, entre enfermeiros e auxiliares que estiveram em contacto com os utentes contagiados, estão a ser assistidos contra a doença, revelou esta manhã o presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Tondela-Viseu.

Esta situação já está a provocar alguns transtornos no funcionamento do hospital, uma vez que o serviço de ortopedia está, de momento, inoperacional.

"A circunstância de haver enfermeiros que circulam pelas enfermarias pode ter sido o que fez alastrar e levou-nos a adotar essas medidas", referiu, acrescentando que "só se considera a situação debelada a partir do não aparecimento de novos casos".

Cílio Correia, presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Tondela-Viseu, explicou ao JN que, no passado dia 19 de maio, deu entrada na unidade hospitalar um doente a quem foi diagnosticada sarna.

Em 25 anos de serviço. O primeiro caso surgiu na semana passada e depois de várias desinfeções, novas situaçoes surgiram esta semana.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Futebolista tem um busto como o de Ronaldo
Ao jornal "Mirror", o artista explicou estar muito satisfeito com este novo trabalho."Estou muito contente e sinto-me orgulho". O aeroporto que recentemente mudou de nome, Aeroporto Internacional da Madeira passou a ser Aeroporto Cristiano Ronaldo.

Restos mortais de Mané Garrincha desaparecem de cemitério no Rio de Janeiro
Segundo Rosângela, o corpo de Garrincha teria sido removido há mais de cinco anos e colocado em outro jazigo. O anjo das pernas tortas, Garrincha , morreu há mais de 30 anos, mas não teve sossego, nem após a morte.

Paraná Clube enfrenta o Galo no Independência pela Copa do Brasil
O Flamengo, classificado na semifinal diante do Avaí-SC, aguarda a definição do time que irá enfrentá-lo na grande final. E um dos componentes já não balança as redes há três partidas contabilizando todas as competições.

Papa recebe veículo elétrico — Vaticano/Ecologia
A conferência juntou representantes de instituições, empresários e especialistas a debater em torno da sustentabilidade ambiental, incluindo as questões ligadas ao futuro da mobilidade.

Outras notícias