'Temer é o chefe da quadrilha mais perigosa do Brasil', diz Joesley

Presidente Michel Temer em Brasília

"[Temer] Por vezes me ligava para conversar, me chamava, eu ia lá", afirmou.

Loures foi filmado pela PF ao sair de uma pizzaria em São Paulo enquanto carregava a mala com a propina da JBS - 10 mil notas de R$ 50.

"O foco do depoimento foi Temer", disse uma fonte.

Batista também foi interrogado sobre o coronel reformado João Baptista Lima, suspeito de receber propina e pagar despesas de familiares do presidente. Eu acho que eles me dão os 5 milhões.

"O PT mandou dar um dinheiro para os senadores do PMDB". A Polícia Federal faz perícia nos áudios. A polícia suspeita que o coronel atuava como um operador financeiro de Temer, o que pode levar o militar para o centro das investigações sobre corrupção.

Em 7 de março, o empresário gravou uma conversa com Temer no Palácio do Jaburu.

Há expectativa de que na próxima semana o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresente ao STF denúncia contra o presidente, que, para ser analisada pelo tribunal, necessitará de autorização do plenário da Câmara dos Deputados.

Segundo pessoas próximas ao empresário, Batista entregou a Janot a íntegra do áudio, sem qualquer modificação.

- A gravação foi entregue na íntegra. Na interpretação da Procuradoria Geral da República (PGR), Temer deu "anuência" a esses pagamentos. E jumento ele não é - disse uma fonte ligada ao empresário.

Sobre o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, a quem se referiu como uma espécie de auxiliar direto de Michel Temer, e o doleiro Lúcio Funaro, que estaria abaixo de Cunha na hierarquia, Joesley foi direto. Interessa ao governo que o processo se dê o mais rápido possível, para encerrar o assunto. "O Rodrigo (Rocha Loures)", indica Temer. "O presidente sabia de tudo", disse. Na delação, o empresário disse que repassou dinheiro para Loures tendo supostamente como destinatário de parte desses recursos o próprio Temer em troca de favores do governo. Temer também teria pedido dinheiro para seu grupo político em 2014. Investigadores avaliam que o ex-assessor, de uma família de empresários que participou da fundação de Curitiba, deve ser punido com dez a 15 anos de prisão, caso condenado. No documento, a tropa de choque de Temer cobrava explicações ao ministro sobre a relação dele com o executivo Ricardo Saud, um dos delatores do grupo J&F, que administra a JBS. Optando, porém, por uma escolha teatral, será incluído em uma lista de escudeiros do presidente que, em sua maioria, ou estão na cadeia, ou nos relatos de delatores por aí, apenas pendurados no foro privilegiado.

No interrogatório, Funaro revelou que foi sondado várias vezes por Geddel.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Filtros de óleo Mahle
Os filtros de óleo da Mahle são capazes de manter a quantidade do óleo a todos os momentos. Estes cartuchos são feitos de papel para assegurar que são amigos do ambiente.

Decretados serviços mínimos para a greve dos professores
O líder da Fenprof, Mário Nogueira, diz que apenas foi por agora informado que a decisão não foi unânime no colégio que avaliou o caso.

Ex-chanceler alemão Helmut Kohl morreu hoje
Indicado por seu partido como candidato a chanceler, em 1976, foi derrotado pela coalizão de centro esquerda, de Helmut Schmidt. Helmut Kohl foi "a própria essência da Europa", disse o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.

Receita libera hoje o primeiro lote de restituição do IR
No total, 1.636.218 contribuintes serão ressarcidos pela, sendo que R$ 3 bilhões serão creditados em conta hoje. A página da Receita Federal na internt está disponível para quem quiser saber se teve a declaração liberada .

Outras notícias