Ex-senador boliviano asilado no Brasil sofre acidente de avião em Goiás

1/8O ultraleve ficou completamente destruído

A Secretaria de Saúde informou, na manhã deste domingo (13), que Molina segue instável e não havia indicação de cirurgia até a publicação desta reportagem. Molina deu entrada no Hospital de Base na noite deste sábado (12/8) com traumatismo crânio encefálico. O político foi levado para um hospital de Brasília com vários ferimentos. Ao chegar ao Hospital de Base, o ex-senador havia sofrido parada cardiorrespiratória, conforme apontou o Corpo de Bombeiros do DF.

O acidente com a aeronave foi logo após a decolagem no Aeroclube de Luziânia.

Ainda segundo o CBM-GO, com a queda, o piloto ficou preso às ferragens, mas foi resgatado com vida e consciente, porém com fraturas em diversas partes do corpo. A Força Aérea Brasileira (FAB) investiga o caso.

Roger Pinto Molina pediu asilo político ao Brasil em 2012, alegando perseguição política do governo de Evo Morales. Sem salvo-conduto da Bolívia, Molina conseguiu fugir e cruzar a fronteira com ajuda de diplomatas brasileiros. Segundo uma das três filhas, Pinto estava em um espaço de 20 m², com cama, escrivaninha, TV, frigobar e mesa, sem banheiro próprio. A vinda dele foi investigada pelo Itamaraty. Em junho daquele ano, o ex-senador foi condenado a um ano de prisão na Bolívia por "abandono do dever" e "dano econômico ao Estado". Segundo a denúncia, ele foi responsável por prejuízo de mais de 1,6 milhão de dólares aos cofres públicos em 2000, acusado de conceder recursos de maneira irregular à Universidade Amazônica de Pando.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

¡No te pierdas la lluvia de estrellas de esta noche en Puebla!
Tome en cuenta que este año, una luna llena de tres cuartos podría interponerse en el camino para verlas en su mejor momento. Además, la NASA recomienda hacerlo en lugares alejados de las grandes ciudades, ya que son más oscuros.

Abe e Moon acordam aumentar pressão sobre a Coreia do Norte
O regime norte-coreano argumenta que as armas nucleares são um meio de desestimular uma eventual invasão americana ao país. Pyongyang também ameaçou os Estados Unidos e afirmou que fará "pagarem mil vezes o preço de seu crime".

60 crianças morrem sem oxigênio em hospital da Índia
Os pacientes têm que suportar longas listas de espera, mesmo para intervenções simples e, às vezes, se vêm obrigados a compartilhar camas.

Buscopan retirado do mercado tem substitutos; saiba quais
Por que o produto teve sua produção suspensa? "Este teste serve para definir a validade do produto, ou seja, mede por quanto tempo o produto continua bom para o consumo depois da sua fabricação".

Outras notícias