Explosão em prédio em Alfama provoca dois feridos

O alerta para as autoridades foi dado às 19h07.

Contactada pela Lusa, fonte dos Bombeiros Sapadores de Lisboa adiantou a existência de dois feridos, não conseguindo precisar a gravidade dos mesmos.

Há pelo menos dois feridos a registar.

Na origem do incêndio está uma explosão causada por uma fuga de gás.

O sinistro foi também confirmado por fontes oficiais do comando municipal da Protecção Civil de Lisboa e da Polícia de Segurança Pública. Um morador do número 59 da Rua dos Remédios afirma que desde manhã se sentia um intenso odor a gás no edifício, tendo os bombeiros sido chamados ao local.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, Miguel Coelho, adianta também que se terá tratado de uma "fuga de gás" que provocou "duas fortes explosões", desconhecendo, para já, mais pormenores.

Ao que o JN apurou no local, há alguma indignação pelo facto de os bombeiros se terem apercebido, à chegada a uma estrutura do bairro onde é guardada uma mangueira, de que faltavam peças no material.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Brasileiros devem gastar R$ 10,7 bi em presentes — Dia dos Pais
As informações foram divulgadas pelo Sincomércio (Sindicato do Comércio Varejista de Araçatuba). A CNC estima que o Dia dos Pais deverá movimentar em todo o país R$ 5,2 bilhões.

Marinha envia cerca de 100 militares para ajudar no combate aos fogos
Devido a este fogo, a estrada nacional (EN) 17, vulgarmente conhecida por Estrada da Beira, continua cortada ao trânsito entre Ceira e Ponte Velha.

¡No te pierdas la lluvia de estrellas de esta noche en Puebla!
Tome en cuenta que este año, una luna llena de tres cuartos podría interponerse en el camino para verlas en su mejor momento. Además, la NASA recomienda hacerlo en lugares alejados de las grandes ciudades, ya que son más oscuros.

Abe e Moon acordam aumentar pressão sobre a Coreia do Norte
O regime norte-coreano argumenta que as armas nucleares são um meio de desestimular uma eventual invasão americana ao país. Pyongyang também ameaçou os Estados Unidos e afirmou que fará "pagarem mil vezes o preço de seu crime".

Outras notícias