Mais de 70 incêndios em três horas. Reacedimentos dificultam combate às chamas

Bombeiros durante o combate ao incêndio em Cioga do Campo Cantanhede a 12 de agosto de 2017 PAULO NOVAIS  LUSA

As ocorrências consideradas mais importantes pela Autoridade Nacional de Proteção Civil localizavam-se em Cantanhede, Mealhada, Grândola, Ferreira do Zêzere e Abrantes.

No distrito de Santarém, o fogo no concelho de Abrantes "leva já cerca de 48 horas", disse a responsável da ANPC, indicando que apesar do cenário meteorológico desfavorável e das constantes reativações, o cenário deste incêndio apresenta-se "mais estável e mais tranquilo do que tem sido as últimas horas".

Em comunicado, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) refere que "atendendo à situação complexa relativa às ocorrências de incêndios rurais no distrito de Coimbra, entendeu a Comissão Distrital de Proteção Civil de Coimbra, na qualidade de órgão de coordenação em matéria de proteção civil distrital, proceder à ativação do Plano Distrital de Emergência e Proteção Civil de Coimbra, com efeito a partir das 18h30 de hoje, 12 de agosto de 2017".

Em declarações à agência Lusa, a presidente da Câmara de Alvaiázere, Célia Marques, realçou que os focos de incêndio que foram sendo registados durante a noite e manhã no concelho "surgiram em sítios completamente opostos", rejeitando a possibilidade de terem sido resultado de projeções. A A8 foi reaberta depois de ter estado condicionada pelo incêndio em Torres Vedras.

De acordo com o autarca, as chamas estão "a aumentar de intensidade" e lavram de forma descontrolada, considerando que "vai ser muito complicado" combater o fogo.

Há registo de uma quinta evacuada em Tomar, onde estavam mais de duzentas pessoas, e ainda de várias casas que estavam a ser ameaçadas pelas chamas.

A Câmara de Miranda do Corvo ativou, entretanto, o Plano Municipal de Emergência devido ao incêndio "de grandes dimensões" que lavra na freguesia de Semide e que coloca "em risco" diversas casas de cinco aldeias, anunciou a autarquia à agência de notícias Lusa. A situação já foi entretanto resolvida.

Por precaução, aliás, a A14 que liga Coimbra à Figueira da Foz foi cortada na zona do fogo. Em causa está o reacendimento do fogo em Cantanhede, que aconteceu por volta das 15 horas.

O incêndio em Cantanhede permanecia "em curso" e mobilizava então 304 operacionais, 88 meios terrestres e três meios aéreos.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Inter bate Londrina e chega à quarta vitória seguida
Bidía apareceu livre, na frente de Danilo Fernandes , após um passe de Artur, e só completou para o gol , 1 a 1. De fora da área, zagueiro mandou uma bomba para o gol e obrigou César a fazer a primeira grande defesa do jogo.

Usain Bolt se lesiona na despedida das pistas
O interese competitivo era grande, naturalmente, mas havia também uma dimensão simbólica na prova colectiva de velocidade. No entanto, uma lesão muscular obrigou o atleta a parar na pista, depois de ter forçado a corrida durante alguns metros.

Drone flagra Gisele e marido em momento íntimo na piscina
Nas imagens, a top internacional aparece sentada no colo do marido, de topless e aos beijos. Seria um banho de piscina a dois entre Gisele Bündchen e o marido, Tom Brady.

Macron alerta contra 'escalada das tensões — Coreia do Norte
Nessa nota, Macron expressou aos aliados e aos parceiros da França na região sua solidariedade diante da situação atual.

Outras notícias