Ator marcante do cinema americano, Harry Dean Stanton morre aos 91

Harry Dean Stanton

Morreu nesta sexta o ator Harry Dean Stanton, que atuou em 'Paris, Texas', clássico de 1984, filmado por Wim Wenders, e com participações em diversas produções, como 'Alien - o Oitavo Passageiro', de 1979, 'A Garota de Rosa Schocking', 1986, e 'Coração Selvagem', de 1990.

A informação foi divulgada pelo seu agente John Kelly, que referiu em comunicado que o ator morreu de forma pacífica num hospital.

O último trabalho de Stanton é o filme 'Lucky', que estreia no dia 28 deste mês.

Entrou ainda em filmes como 'Tomahawk Trail', 'Inland Empire', 'Man Trouble', 'Never Talk to Strangers', 'The Green Mile', 'The Man Who Cried', 'The Pledge', 'Padrinho: Parte II' e 'Repo Man'.

Harry Dean Stanton nasceu em 1926, em West Irvine, no estado de Kentucky, e foi cozinheiro das tropas norte-americanas na Segunda Guerra Mundial. Em 2007 foi indicado no Satellite Awards, na categoria de melhor ator secundário, pela atuação em 'Big Love'. No filme Stanton interpreta um ateísta em uma jornada espiritual no alto de seus 90 anos.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Putin e Macron apelam a "negociações diretas" — Coreia do Norte
Esta sexta-feira o Conselho de Segurança vai voltar a reunir-se em Nova Iorque a pedido do Japão e dos EUA. O porta-voz da Casa Branca informou que o presidente Donald Trump foi informado sobre o lançamento.

Jeiza e Caio comemoram ação contra Rubinho e enfurecem Bibi
No capítulo de terça-feira, Silvana [VIDEO ]vai aparecer perdendo um bocado de dinheiro e recorrendo a um agiota. Entretanto, Rubinho está completamente apaixonado pela Novinha e promete levá-la assim que ele se instalar.

Adriano e Filipinho são o Brasil nas quartas do CT de Trestles
A surfista cearense não vencia uma etapa desde Lima, no Peru e com a conquista encerrou um jejum de sete anos. Contra a novata Keely Andrew, a veterana manteve a invencibilidade e voltou a sentir o sabor da vitória.

PGR denuncia Temer, Joesley e PMDB da Câmara ao STF
Nesta segunda denúncia, Janot acusa o presidente dos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. O ex-procurador nega as irregularidades e diz que não usou o cargo público para favorecer a JBS .

Outras notícias