Auchan estuda fim da marca Jumbo

José Caria  Estratégia da Auchan de insígnia única a nível mundial põe em causa designação em Portugal

A Auchan, retalhista francesa que detém o Jumbo, e opera em em 17 mercados, através de 55 marcas, procura até ao final do próximo ano ter apenas uma insígnia em todo os países onde está presente.

O Jumbo e o Pão de Açúcar podem desaparecer e ficar só a marca Auchan, noticia hoje o Expresso, relatando que a empresa está alinhada com uma estratégia em que opta pela designação que dá nome à empresa.

A aposta no digital e numa estratégica omnicanal, em que todos os pontos de venda e contacto com o cliente estão uniformizados, justifica a migração para uma marca única. Mas uma coisa é certa: "ficará sempre uma só marca, seja Jumbo ou Auchan", esclareceu Wilhem Hubner, presidente executivo do grupo, citado pelo Jornal de Negócios. A Auchan entrou neste pais em 2002, com uma loja em Mitischi, mas o grande crescimento deu-se em 2012 com a aquisição das lojas Real à cadeia alemã Metro. A convergência entre estes formatos físicos e o digital é o grande desafio, tendo em conta que é para onde caminha cada vez mais o negócio do retalho.

"Em Portugal, estamos a avaliar o impacto de uma mudança". Também a saúde e bem-estar são novas apostas da empresa. "Nós estamos no físico e estamos a desenvolver o digital", refere Wilhelm Hubner, escusando-se a adiantar se a Auchan vai fazer alguma parceria com a Amazon.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Cresce número de passageiros que viajam sem despachar malas
A Azul apresentou queda de 38% do trecho Brasília-Recife entre julho do ano passado e julho deste ano. O tamanho da queda de preços varia de acordo com as rotas viajadas e com as empresas.

Instagram passa a mostrar no perfil se usuário te segue ou não
De acordo com informações do G1, o recurso já está disponível para alguns usuários de Android e ainda não chegou para iOS. No Twitter , é simples descobrir se alguém segue você: basta ir até o perfil da pessoa e procurar pelo texto "segue você".

Ministro do STJ rejeita recurso de Lula contra o juiz Sergio Moro
A "prova secreta" consiste em um documento que foi apresentado no dia 23 de março pelo Ministério Publico Federal à 13ª Vara. Lula teria sido beneficiado com um terreno para o Instituto Lula e um apartamento vizinho ao seu, em São Bernardo do Campo.

Ex-Barcelona Mathieu comenta saída de Neymar: 'Ninguém acreditava'
O defesa francês soma, até agora, nove jogos oficiais pelo Sporting, tendo marcado um golo. Isso ajuda sempre", assegurou o defesa de 33 anos.

Outras notícias