Avião da FAB resgatará brasileiros no Caribe

Avião da FAB resgatará brasileiros no Caribe

Por isso, o Ministério de Relações Exteriores brasileiro está em contato com França, Países Baixos e Reino Unido para "averiguar se estaria sendo elaborado plano de socorro e evacuação dos nacionais nas respectivas ilhas, no intuito de verificar a possibilidade de inclusão de brasileiros naquelas operações".

O Irma deixou pelo menos 38 mortos no Caribe e atingiu diretamente vários pontos da região na categoria cinco, a mais alta: Barbuda, St. Barths, St. Martin, Anguilla, Cuba, as Ilhas Virgens britânicas e americanas e Porto Rico.

Um grupo de oito brasileiros, um americano, dois venezuelanos e três holandesas foi resgatado da ilha de Saint Martin no início da noite desta terça-feira (12) por um avião da FAB (Força Aérea Brasileira).

Para atender os brasileiros na região, o Itamaraty montou um núcleo de atendimento emergencial em Brasília, que está em contato com todos os postos da rede consular diretamente responsáveis. Lá, trabalham em uma força-tarefa para prestar assistência aos cidadãos brasileiros.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, "três ilhas apresentaram situação de crise com colapso total ou parcial da infraestrutura de transportes, comunicações e abastecimento: São Martinho, Tortola (uma das Ilhas Virgens Britânicas) e Turcas e Caicos (também sob a soberania britânica)".

A princípio, o Itamaraty tentava negociações com o Reino Unido para parar o avião também na ilha de Tortola.

Uma das tempestades mais fortes no Atlântico em um século, o Irma deixou um rastro de destruição em ilhas do Caribe durante sua passagem na quinta-feira, 7. Há ainda registros de pessoas em Tortola e em Turcas e Caicos. A ilha franco-holandesa de São Martinho tem 70 mil habitantes. Ao longo do dia desta segunda-feira, porém, muitos conseguiram sair das ilhas por outros meios, como a ajuda dos governos de outros países.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Sem titulares, Carille faz mistério antes de encarar o Racing-ARG
O mais curioso é que ambos não tiveram lesões divulgadas pelo clube. A busca pela vitória e voltar ao bom caminho é prioridade no time.

Funaro diz ao STF ter tido a casa invadida
A delação de Funaro foi firmada com a Procuradoria Geral da República em 22 de agosto e homologada pelo STF em 5 de setembro. Moram na casa a esposa de Funaro e uma filha.

Para Gilmar Mendes, STF "está vivendo maior vexame de sua história"
O Instituto Paraná Pesquisas ouviu 2.502 brasileiros, em questionário ONLINE, entre os dias 02 e 05 de setembro de 2017. Também é acusado, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o ex-diretor da Petrobras Djalma Rodrigues de Souza.

Procuradoria do STJD denuncia Kleber por críticas; julgamento será na sexta
Artigo 191 por descumprir o §2º do art. 1º do Regulamento Geral de Competições (RGC) da CBF. Enquadrado em dois artigos, o Gladiador pode pegar seis jogos de suspensão.

Outras notícias