Caixa reduz para 50% limite para financiamento de imóveis usados

Reprodução  Caixa

A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do banco.

A redução no processo de financiar imóveis, mais conhecido como crédito imobiliário, sofrerá uma redução na Caixa Econômica federal de 20%, ou seja, os novos usuários do programa oferecido pelo banco vão poder financiar somente metade do imóvel pela Caixa. De maio a julho, o valor das concessões de financiamentos com juros regulados - como os imobiliários - somou R$ 2,4 bilhões, alta de 24% em relação ao trimestre anterior (fevereiro a abril).

Auxilio da Caixa para compra de imóveis usado cai para 50%.

Além do corte de 70% para 60% no teto de financiamento para imóveis novos, houve ainda queda no limite para bens novos, de 90% para 80%.

Num cenário de crescimento da demanda por crédito em meio a um capital limitado, a Caixa está dando prioridade aos financiamentos para a aquisição de imóveis novos.

O banco alegou falta de recursos e informou que a linha - a segunda mais barata depois do Minha Casa, Minha Vida - só será retomada em 2018.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Santos x Atlético-PR - Peixe junta os cacos e foca no Brasileirão
A principal dúvida é também no meio de campo, mas no setor de marcação, com Lucho González e Matheus Rossetto disputando uma vaga. O Atlético-PR ocupa atualmente o oitavo lugar na tabela, com 34 pontos, a três de distância do Cruzeiro, o sexto colocado.

Resumo A Força do Querer (23/09): Nazaré recebe o anúncio de despejo
Silvana (Lilia Cabral) recebe um alerta de Dantas (Edison Celulari) sobre os cheques que foram furtados da empresa. Silvana orienta Eugênio a revelar para Joyce (Maria Fernanda Cândido) a gravidez de Irene ( Débora Falabella ).

Coreia do Norte. Abalo sísmico levanta suspeitas de novo teste nuclear
O porta-aviões norte-americano deverá seguir para perto da península da Coreia em breve, para realizar outros exercícios com a marinha sul-coreana.

Greve ainda não afeta atendimento no CE — Correios
Os correios terão 48 horas para apresentar esclarecimentos sobre um plano de ação para a continuidade dos serviços. O motivo seria o atraso no início das negociações salariais, redução de direitos e benefícios da categoria.

Outras notícias