Cristiano Ronaldo despede os seus advogados e contrata perito em crime fiscal

Cristiano Ronaldo muda de advogado

O futebolista já informou a firma Baker & McKenzie que não quer continuar a usufruir dos seus serviços.

Ronaldo procura uma representação com "melhores especialistas em delito fiscal", afirma o El Mundo, citando fontes do Real Madrid.

Recorde-se que Cristiano Ronaldo é acusado em Espanha por quatro crimes de delito fiscal relacionados com os seus direitos de imagem.

Seja como for, a medida extrema de Ronaldo deve-se ao facto do jornal espanhol ter revelado que a juíza Mónica Gómez Ferrer começou a investigar o agente Jorge Mendes, que representa Cristiano Ronaldo, ao advogado português Carlos Osório e ao assessor de imagem Luis Correia. O jogador escolheu José Antonio Choclán, um especialista em direito fiscal que também está a defender José Mourinho num caso idêntico. No total, o português é acusado de defraudar o fisco espanhol em 14,7 milhões de euros.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Jornal: Atlético de Madrid deve selar compra de Diego Costa nesta semana
Não é nenhum segredo que o atacante quer retornar ao time colchonero, onde já atuou seis temporadas. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Furacão Irma: milhares se negam a buscar refúgio nas Antilhas francesas
A previsão é de que a velocidade dos ventos mantenha o Irma entre as categorias 4 e 5 por até mais dois dias. A população do sul deve ser deslocada para Nassau, a capital das Bahamas, a partir desta quarta-feira.

Janot é visto com advogado de Joesley em boteco de Brasília
Não tratamos de qualquer questão outra ou afeita a temas jurídicos", disse o advogado ao site . As informações são do site O Antagonista .

Janot pede prisão de Joesley, Saud e ex-procurador Miller
As provas entregues, no entanto, continuam válidas. "As declarações dele (Miller) não interessam para o MP?", questionou a defesa. Joesley e Saud já emitiram uma nota negando a veracidade do que disseram no áudio de 17 de março e pedindo desculpas aos citados.

Outras notícias