Furacão Irma já eleva preços de alguns produtos agrícolas

Furacão Irma já provocou chuvas e cortes de eletricidade em Miami

O furacão Irma vai "devastar os Estados Unidos", afirmou ontem o director da Agência Federal norte-americana para a Gestão de Emergências (FEMA, sigla em inglês).

Com ventos de 215 km/h, o Irma tocou a costa sul do estado americano por volta das 7h da manhã (8h, no horário de Brasília) deste domingo (10), atingindo primeiro a ilha de Key West, há 260 km de Miami.

O furacão Irma, que atravessa o Caribe, perdeu força nesta sexta-feira (08/09), mas se move com ventos de 250 quilômetros por hora em direção à Flórida, passando por Cuba e pelas Bahamas.

Este fenómeno é, segundo o instituto meteorológico Météo France, o mais longo furacão de categoria 5 na escala de Saffir-Simpson alguma vez registado no mundo, mantendo-se nesse grau, com ventos de 298 quilómetros por hora, há mais de 33 horas.

Na vizinha Geórgia, o governador Nathan Deal também determinou a evacuação da cidade de Savannah, com uma população de cerca de 150 mil pessoas, e de outras zonas costeiras.

O olho do furacão Irma já atinge as ilhas do sul da Flórida, segundo meteorologistas.

Na passagem pelo Caribe, Irma já matou pelo menos 21 pessoas e destruiu ilhas inteiras.

Silvio Santos e sua família podem acabar ficando presos nos Estados Unidos por conta da chegada do furacão Irma, que tem Miami no olho da tempestade.

Segundo o cônsul-geral em Miami, Adalnio Senna Ganem, os brasileiros na Flórida devem seguir todas as orientações das autoridades, independentemente da cidade em que estejam.

O corte de luz é uma das principais preocupações dos moradores e autoridades norte-americanos de Miami e de todo o estado da Flórida, que reforçaram o dispositivo das companhias do setor, uma vez que a Florida Power Light, uma das principais do estado, espera que 4,1 milhões de clientes fiquem sem luz devido ao ciclone.

As restantes vítimas são 6 nas Ilhas Virgens Britânicas, 4 nas Ilhas Virgens Americanas, duas na parte holandesa de Saint-Martin, 2 em Porto Rico e uma em Barbuda.

No Golfo do México, o furacão Katia tocou terra já durante a noite de sexta-feira, a norte de Tecolutla, México, enfraquecendo para o estatuto de "tempestade tropical" e depois para "depressão tropical".

A força do furacão deve dissipar-se à medida que percorre grandes massas terrestres, mas, por enquanto, o Irma deve contornar a Florida, pelo oceano, por onde se deve aguentar como um furacão de categoria IV, a segunda mais poderosa.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Uillian Correia valoriza empate com o Fluminense: 'Fizemos uma grande partida'
O volante Uillian Correia, do Vitória , valorizou o empate em 2 a 2 diante do Fluminense , neste domingo (10), no Barradão. SAUDADES? Desde a saída de Richarlison para o Watford, da Inglaterra, o Fluminense diminuiu o número de finalizações.

Para Fachin, liberdade a Joesley e Saud é estímulo para ocultar provas
O ex-procurador da República Marcello Miller irá depor às 15h30 desta sexta (8) no Ministério Público Federal do Rio. As prisões são temporárias e não há data para a execução.

Marcelo Miller diz em nota que acusações contra ele são fantasiosas
Pra que o depoimento, então? Depois, foi para Procuradoria no Rio de Janeiro, mas continuou atuando como colaborador da Lava Jato. O advogado do ex-procurador, André Perecmanis, disse que não entende o pedido de prisão contra seu cliente.

EUA ampliam estado de emergência por passagem do furacão Irma pela Geórgia
O Irma havia sido rebaixado para categoria 4, mas, ao atingir Cuba, voltou a ser elevado para o maior nível possível. No entanto, todo o estado da Florida sentirá os efeitos do fenómeno.

Outras notícias