Marcelo é suspenso por dois jogos na La Liga

Isco em ação pelo Real Madrid

"Real Madrid C.F. e Marcelo chegaram a um acordo para a ampliação do contrato do jogador, que fica vinculado ao clube até 30 de junho de 2022", afirma a equipe em um comunicado.

O internacional canarinho recebeu uma punição de duas partidas, depois de ter sido expulso na partida entre o Real Madrid e o Levante, da última jornada da Liga espanhola, na sequência de uma entrada dura sobre Jefferson Lerma.

Atualmente em sua 12ª temporada com o Real, Marcelo é o integrante mais antigo do time depois do capitão Sergio Ramos; tendo trocado o Fluminense pelos gigantes espanhóis aos 18 anos de idade em janeiro de 2007; e é o estrangeiro que serve o clube há mais tempo. E ele se tornou um sucessor de Roberto Carlos na posição. O lateral esquerdo brasileiro, de 29 anos, irá amanhã marcar presença frente à imprensa para falar desta renovação. Desde então somou 415 jogos pelo conjunto espanhol onde já venceu praticamente tudo o que há para ganhar.

Esta penalidade, que o Real Madrid ainda pode recorrer, impedirá o brasileiro de jogar os próximos dois jogos da La Liga contra a Real Sociedad, domingo (17) em Anoeta, e Real Betis, na quarta-feira (20), no Santiago Bernabeu.

E o agitado dia de Marcelo ainda não chegou ao fim.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

"Vitória pode começar bem a Liga Europa" — Armando Evangelista
Esta é uma prova que não precisa de treinador para motivar os jogadores. O fator experiência não acho que vá ser determinante", afirmou Martins.

F1: Carlos Sainz Jr. não comenta possível mudança
Fontes próximas à parceria confirmaram ao Motorsport.com que a McLaren entrou em um acordo de três anos com a Renault. Carlos Sainz Jr. deve fazer a sua última corrida pela Toro Rosso, este fim de semana, em Singapura.

PF conclui inquérito e responsabiliza Temer por quadrilhão do PMDB
O ministro Eliseu Padilha informou que só irá se pronunciar "se houver acusação formal contra ele que mereça resposta". O documento foi encaminhado ao STF (Supremo Tribunal Federal) nesta segunda-feira (11) pela Polícia Federal .

Juncker defende fusão entre comissário das Finanças e presidente do Eurogrupo
A questão do Brexit foi também sublinhada por Juncker, que lamentou a saída do Reino Unido da União Europeia: " será um momento trágico, mas devemos avançar (.) porque o Brexit não é o futuro da Europa".

Outras notícias