Ministério Público investiga compra de imóvel por Fernando Medina

Medina não declarou compra de casa no valor de 645 mil euros ao Constitucional

Mediana diz que "está tudo correcto".

Contudo, o candidato socialista à presidência da Câmara de Lisboa e atual presidente do município afirmou, na terça-feira, que cumpriu "escrupulosamente" as obrigações legais relativamente à entrega da declaração de rendimentos ao Tribunal Constitucional, afirmando que foi "totalmente transparente".

Segundo o jornal Observador, que consultou a escritura no Registo Predial, o autarca comprou por 645 mil euros um T4 com dois pisos na Avenida Luís Bívar, nas Avenidas Novas.

Contudo, ainda hoje Medina não actualizou a declaração de rendimentos enquanto proprietário da casa, ou seja, com o valor total da propriedade (645 mil euros).

Ao jornal Observador, Medina argumenta que, visto que declarou o sinal, o TC tem conhecimento.

"Entreguei uma declaração ao Tribunal Constitucional informando de uma aquisição que estava a fazer, um contrato promessa. Assim, quer a aquisição do imóvel e respetiva identificação, quer a contratação de um empréstimo estão inquestionavelmente declarados ao Tribunal Constitucional".

"Como estipula a lei, no final do mandato, que está prestes a acontecer, irei apresentar uma declaração final, reflectindo a minha evolução patrimonial durante o mandato", conclui Fernando Medina.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Já nasceu o 9º neto do presidente de Donald Trump
Lara Trump também apareceu com frequência ao lado do sogro durante a corrida à Casa Branca. Em março, o empresário também tinha usado o Twitter para anunciar a gravidez da mulher.

PF conclui inquérito e responsabiliza Temer por quadrilhão do PMDB
O ministro Eliseu Padilha informou que só irá se pronunciar "se houver acusação formal contra ele que mereça resposta". O documento foi encaminhado ao STF (Supremo Tribunal Federal) nesta segunda-feira (11) pela Polícia Federal .

Juncker defende fusão entre comissário das Finanças e presidente do Eurogrupo
A questão do Brexit foi também sublinhada por Juncker, que lamentou a saída do Reino Unido da União Europeia: " será um momento trágico, mas devemos avançar (.) porque o Brexit não é o futuro da Europa".

Ex-BBB é condenado por estuprar adolescente e guardar pornografia infantil
A decisão saiu no fim de agosto e foi divulgada nesta terça-feira (12) pelo Ministério Público do Paraná, onde ele vive . A garota entregou aos investigadores prints de conversas que teve com Laércio em redes sociais.

Outras notícias