Preço médio da gasolina sobe e atinge recorde no ano — NOSSO BOLSO

Gasolina ficou mais cara na semana passada e atingiu maior valor do ano

Em relação ao etanol, o preço médio por litro vendido para o consumidor foi de R$ 2,612 na semana pesquisada, atingindo valor de R$ 2,265 na distribuidora. A pesquisa também levou em consideração postos de gasolina em Alta Floresta, Rondonópolis e Sorriso, onde eram cobrados respectivamente R$ 4,20, R$ 3,89, e R$ 4,06. No dia 7 de agosto, o litro mais caro custava R$ 3,99, e no início dessa semana bateu nos R$ 4,19.

Na média nacional, a alta na semana passada nos postos foi de 1,91%, para R$ 3,850 o litro. Apresenta elevação de 5,8% em um mês. Já o litro de diesel chegou pelo preço médio de R$ 3,150 nos postos de combustível e à distribuidora por R$ 2,759.

Uma das causas das mudanças nos preços são os furacões que atingiram os Estados Unidos e Caribe na semana passada afetando a produção de petróleo no Golfo do México o que pressionou os preços dos derivados de petróleo, como a gasolina, para cima em todo o mundo. Apenas nos postos do Acre, do Ceará, de Mato Grosso e de Roraima pesquisados pela ANP houve recuo nos preços entre os períodos.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

The Evil Within 2 ganha novo trailer de gameplay assustador
A Bethesda Softworks Brasil acaba de divulgar um novo trailer de The Evil Within 2 , o primeiro dublado em português brasileiro.

Nintendo voltará a produzir o NES Classic
Se não vai haver problemas de abastecimento, porque o SNES Classic Edition deve chegar ao Brasil custando tão caro? Assim, uma nova onda de produtos devem chegar as lojas no fim deste mês.

Sagrada Família evacuada devido a ameaça terrorista — Barcelona sob tensão
O Centro de Inteligência Contra Terrorismo enviou o alerta às outras autoridades, que colocaram em marcha uma operação policial. Espanha mantém o alerta de segurança antiterrorista um nível abaixo do máximo desde meados de 2015.

Denunciado, Jucá tenta desvincular o 'arrecadador' Geddel do PMDB
A Operação Cui Bono investiga esquema de fraude na liberação de créditos da Caixa Econômica Federal, no período entre 2011 e 2013. O ex-ministro Geddel Vieira Lima não encontrou caras novas em seu retorno ao presídio da Papuda, no Distrito Federal.

Outras notícias