Putin e Macron apelam a "negociações diretas" — Coreia do Norte

Explosão nuclear

A Coreia do Norte lançou um míssil que sobrevoou o Japão antes de cair no mar depois de percorrer milhares de quilômetros, em um novo desafio de Pyongyang, condenado "energicamente" por Tóquio.

Segundo militares sul-coreanos, o míssil foi disparado na direção leste.

O porta-voz da Casa Branca informou que o presidente Donald Trump foi informado sobre o lançamento.

O Pentágono confirmou o lançamento. De acordo com a CNN citada pelo Uuronews, a emissora NHK mostrou um aviso do governo de que "um míssil" da Coreia do Norte passou por Hokkaido, no norte do Japão, e desembarcou no Oceano Pacífico.

Em Seul, o Ministério da Unificação alegou que se trata da "resposta mais moderada [de Pyongyang] a uma resolução do Conselho de Segurança da ONU".

Esta sexta-feira o Conselho de Segurança vai voltar a reunir-se em Nova Iorque a pedido do Japão e dos EUA. Um diplomata disse à France Presse que o debate acontecerá a portas fechadas.

Sistema de mísseis americano ATACMS adquirido pelas Forças Armadas da Coreia do Sul
AFP 2017 KIM JAE-HWANSeul ameaça'destruir Coreia do Norte sem recuperação possível em caso de provocação

Depois da "fúria e fogo" com que ameaçou os Estados Unidos, Pyongyang renovou hoje as ameaças contra Washington dizendo que iria reduzir o país a "cinzas e escuridão".

Com este lançamento, a Coreia do Norte responde à oitava ronda de sanções aprovada por unanimidade, esta segunda-feira, pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas.

"Este é outro exemplo do motivo pelo qual é de vital importância continuar a apertar as penalidades econômicas contra a Coreia do Norte", disse Turnbull.

A nova resolução prevê limitar as entregas de petróleo à Coreia do Norte a seu nível dos 12 últimos meses. "A China e a Rússia têm de demonstrar as intolerâncias delas contra este lançamento temerário tomando ações diretas próprias".

Em aplicação de sanções vigentes da ONU, o bloco europeu anunciou que impôs "uma proibição total de todas as exportações de carvão, ferro, minério de ferro, produtos pesqueiros, chumbo e minério de chumbo", ou seja, contra "as principais exportações" norte-coreanas.

A declaração do chefe da diplomacia dos Estados Unidos constam em nota publicada após o regime de Kim Jong-un lançar um míssil balístico contra o Japão, o 13º somente neste ano.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Receita paga hoje 4º lote de restituição do IR
A Receita também oferece aplicativos para tablets e smartphones, que permitem a consulta às declarações do Imposto de Renda. Receita Federal vai pagar nesta sexta-feira (15) o quarto lote de restituição do Imposto de Renda de Pessoas Físicas 2017.

Samsung Galaxy Note 8 to Soon Receive First Software Update
Earlier this week, Samsung Electronics Co. stated that it wants to launch a foldable smartphone that will debut next year. Here are some of the things that you will get on iOS 11 . "The Note 8 can bring symbolic closure to the Note 7 debacle".

Coreia do Norte ameaça 'afundar' Japão e reduzir EUA 'às cinzas''
Pyongyang havia prometido na quarta (13) acelerar seus programas militares proibidos em resposta às "maléficas" sanções da ONU. Antes do teste, Trump confirmou, a bordo do Air Force One, que viajará em novembro para China, Coreia do Sul e Japão.

PGR denuncia Temer, Joesley e PMDB da Câmara ao STF
Nesta segunda denúncia, Janot acusa o presidente dos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. O ex-procurador nega as irregularidades e diz que não usou o cargo público para favorecer a JBS .

Outras notícias