Quase 3,5 milhões sem eletricidade na Flórida — Furacão Irma

Voos em curso nos EUA – ReproduçãoAtingidos pela tempestade tropical Irma os aeroportos internacion

O fenômeno já foi classificado como um dos furacões mais potentes registrados no Atlântico.

O condado com maiores cortes de energia é Monroe, onde ficam os cayos e uma parte do litoral do sudoeste, com 85% dos clientes sem fornecimento.

Outro dos condados mais afetados é o de Miami-Dade, o mais povoado da Flórida, com 81% do total de clientes sem eletricidade.

"Creio que o que veremos na costa oeste é uma reconstrução total da nossa rede elétrica", sublinhou Robert Gould, acrescentando que a tarefa pendente é "gigantesca". "Estamos muito felizes em saber que já podemos retomar nossas operações para os Estados Unidos e trazer nossos Clientes de volta para casa".

O Irma tocou terra na passada madrugada em Cayos, no extremo-sul daquele estado norte-americano, onde chegou com a força de categoria 4 - na escala Saffir-Simpson de 5 - e ventos máximos sustentados de 215 quilómetros por hora, voltando de seguida a terra, mais enfraquecido, em Marco Island, na costa oeste da península. Outras duas pessoas morreram em acidentes de trânsito provocados por Irma na Flórida, detalharam as autoridades, após informarem inicialmente três vítimas. "O melhor que se pode fazer agora é rezar", disse Rick Scott, no domingo, à cadeia televisiva ABC.

O número de mortos após a passagem de Irma chegou a 42, após as 10 vítimas em Cuba no fim de semana e de outros 27 reportados em várias ilhas caribenhas, aos que se acrescentou, nesta segunda-feira, uma vítima fatal no Haiti.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que assinou, no domingo, uma declaração de "grande desastre" na Flórida, anunciou que vai visitar o estado "muito em breve" e mostrou-se satisfeito com a resposta ao furacão.

Scott realçou que a Flórida é um estado de gente lutadora e pediu também donativos e a ajuda de voluntários para apoiar os milhares de afetados pelo furacão.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Suspeito de degolar prefeito é indiciado na Bélgica
Membro do Centro Democrata Humanista (CDH, centro direita), Gadenne era prefeito de Mouscron desde 2006. Minha solidariedade para com sua família e amigos", disse Michel.

Denunciado, Jucá tenta desvincular o 'arrecadador' Geddel do PMDB
A Operação Cui Bono investiga esquema de fraude na liberação de créditos da Caixa Econômica Federal, no período entre 2011 e 2013. O ex-ministro Geddel Vieira Lima não encontrou caras novas em seu retorno ao presídio da Papuda, no Distrito Federal.

Transportes levam inflação a subir 1,1% em Agosto
A inflação em Portugal aumentou para 1,1 nos em agosto deste ano, uma taxa superior em 0,2% à registada no mês passado (0,9%). A classe com a contribuição negativa mais relevante para o índice de preços no consumidor (ICP) foi a do vestuário e calçado.

Alex Telles: "Não podemos abdicar da nossa forma de jogar"
Ideias de Conceição potenciam o rendimento: "A estratégia em cada partida é diferente, sinto-me muito à vontade, muito confiante. Quaresma: "Quaresma é um grande jogador, tem uma história muito bonita aqui. É uma responsabilidade boa, partilhada por todos".

Outras notícias