Pedro Cardoso dá esculacho 'épico' e abandona programa ao vivo

Reprodução  Sem Censura                       Antes de deixar o estúdio ator fez críticas a Michel Temer e ao presidente da EBC Laerte Rimoli

Convidado do programa 'Sem Censura' da TV Brasil, Pedro Cardoso abandonou ao vivo a atração, mas não sem antes dar um discurso apoiando funcionários grevistas e dar um "esculacho" no presidente da emissora. O presidente também foi alvo de críticas de Cardoso.

Nossa programação é a prova viva - e ao vivo - de que esta empresa de comunicação pública é plural, é democrática, acolhe a diversidade de opinião e respeita a lei, inclusive o direito de greve. Pedro pediu que enviem informações sobre o Brasil.

"Peço desculpas a vocês, mas não vou responder a essa pergunta e nenhuma outra". Cabe a mim o maior respeito a todos vocês, aos que estão parados, aos que estão trabalhando, mas eu, diante deste governo que está governando o Brasil, eu tenho muita convicção que elas provavelmente estão cobertas de razão. "Então, eu não vou falar sobre o assunto que vim falar, e também sobre nenhum outro", afirmou. "E eu não participo de programas de empresas que estão em greve", iniciou ele, manifestando apoio aos trabalhadores da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), que estão em greve desde o último dia 14 de novembro. "Passageiro pula de avião ao constatar que Taís Araújo estava a bordo", escreveu o executivo. "O que eu soube também quando cheguei aqui é que o presidente desta empresa [Laerte Rimoli], que é uma empresa que pertence ao povo brasileiro fez comentários extremamente inapropriados a respeito do que teria dito uma colega minha, em que a presença do sangue africano é visível na pele". Ele era um dos entrevistados e falaria sobre seu recém-lançado romance Livro dos Títulos mas, em apoio à greve dos funcionários da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), mantenedora da TV, se levantou e saiu do estúdio. Porque o sangue africano está presente em todos nós e, em alguns de nós, está presente também na pele.

"Então se essa empresa que é do povo brasileiro tem na presidência uma pessoa que fala contra isso eu não posso falar do assunto que vim falar aqui".

Recentemente, Taís Araújo apresentou uma palestra no TEDx São Paulo com o tema "Como criar crianças doces num país ácido" em que afirmou que a cor de seu filho, João Vicente, de 6 anos, "faz as pessoas pessoas mudarem de calçada".

Na tarde desta quinta-feira (23), Pedro Cardoso virou um dos assuntos mais comentados no Twitter.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Certidões de nascimento e casamento mudam a partir desta terça
Isso dá a possibilidade de dois pais, duas mães e até uma filiação entre três pessoas ser formalmente reconhecida. A intenção é facilitar a vida dos cidadãos, que terão praticamente um documento universal.

Federação pede investigação às denúncias do Benfica
O presidente da federação mostra-se disponível para colaborar facultando todos os documentos necessários às autoridades. Igual atitude teve Fernando Gomes no caso dos emails.

Tribunal decide pelo retorno da ex-primeira dama Adriana Ancelmo à cadeia
Os filhos contam com a convivência com avós e acesso aos psiquiatras autores de laudos trazidos pela defesa. Para a procuradora-regional da República Monica de Ré, a decisão poderia ter ocorrido antes.

Live. Não se deixe enganar na Black Friday
Procure, por isso, obter este tipo de informação, seja através de newsletters ou da informação disponibilizada nas redes sociais. As melhores ofertas são, por norma, as que se esgotam mais cedo, como lembra a Deco.

Outras notícias