Conta de luz e gasolina puxam inflação ao consumidor em novembro

IGP-DI variou 0,80% em novembro revela FGV

O indicador foi divulgado nessa quarta-feira (6) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) e com o resultado de novembro o índice acumula alta de 2,1% no ano e 2,29% nos últimos 12 meses. O principal responsável por este movimento foi o subgrupo combustíveis para o consumo, cuja taxa passou de 1,06% para 10,02%. Já o índice do grupo Bens Intermediários subiu de 1,22% em outubro para 1,98%, em novembro. O índice de Bens Intermediários, que exclui combustíveis e lubrificantes para a produção, apresentou variação de 1,19%.

O Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1 (IPC-C1) do mês de novembro apresentou variação de 0,21%, taxa 0,21 ponto percentual (p.p.) abaixo da apurada em outubro, quando o índice registrou variação de 0,42%.

Ainda assim, três das oito classes de despesa que compõem o índice subiram, com destaque para o grupo Transportes, que passou de 0,08% para 0,8%.

Em relação à taxa do IPC-Br nos últimos 12 meses, houve avanço de 3,35%, considerado um nível superior frente ao registrado pelo Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1. Nesta classe de despesa, vale mencionar o comportamento do item gasolina, cuja taxa passou de -0,18% para 3,17%.

Em contrapartida, os grupos: Alimentação (0,24% para -0,26%), Despesas Diversas (0,32% para 0,08%), Comunicação (0,55% para 0,40%), Vestuário (0,05% para 0,01%) e Saúde e Cuidados Pessoais (0,42% para 0,39%) apresentaram decréscimo em suas taxas de variação.

Os demais acréscimos ocorreram em Educação, Leitura e Recreação (de -0,12% para 0,33%) e Habitação (de 0,70% para 0,77%), sob impacto de passagem aérea (de -6,88% para 3,88%) e tarifa de eletricidade residencial (de 3,37% para 3,98%), respectivamente. Em novembro, o índice de difusão, que mede a proporção de itens com taxa de variação positiva, foi de 50,30%, ficando 7,10 pontos percentuais abaixo do registrado em outubro, quando o índice foi de 57,40%.

A FGV constatou ainda que a inflação medida pelo IPC-C1 fechou o mês de novembro abaixo da taxa relativa ao IPC-Br, que mede a variação da inflação junto às famílias com rendimento de até 33 salários mínimos - neste caso, a taxa de novembro fechou em 0,36%. O índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços registrou taxa de 0,63%.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Novo Tomb Raider será anunciado em 2018 e lançado pouco depois
Nossa jornada começa com um grande evento em 2018. "Nós mal podemos esperar para levar você na próxima aventura de Lara Croft ". Honestamente, gostaríamos de poder dividir isso com vocês agora mesmo, mas vamos por uma abordagem diferente desta vez.

Suspeito morto pela polícia lavava dinheiro do PCC com empreendimentos em Maceió
Já foram arrecadados valores bastante significativos em moeda nacional e estrangeira, consoante registros fotográficos infra. Diversos bens, como carros de luxo, embarcações e imóveis de alto padrão estão sendo objeto de sequestro e apreensão.

Cantos del trabajo del llano: patrimonio cultural que hermana
En la noche se deja en el lodo y se retira al día siguiente, se vuelve a cocinar para que quede con ese tono particular. Resaltó que Venezuela ya tiene cinco años consecutivos de declaratoria de patrimonios culturales de la humanidad.

Cartão do Cidadão já não precisa de leitor específico para autenticação
Já é possível aproveitar melhor as potecialidades do cartão de cidadão, como por exemplo, alterar a morada de residência online. O Governo anunciou que expandiu para o telemóvel a chave digital que é usada como método de autenticação do cartão do cidadão.

Outras notícias