MPF denuncia Mantega e Foster por manipulação no preço da gasolina

MPF denuncia Mantega e Foster por manipulação no preço da gasolina

O Ministério Público Federal no Rio de Janeiro está processando, por improbidade administrativa, a ex-presidente da Petrobras Graça Foster e o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, por manipulação de preços de combustíveis e consequente prejuízo bilionário à estatal.

Os procuradores acusam Mantega, Foster e outros ex-integrantes do Conselho de Administração da Petrobras de manipular a política de preços da gasolina para represar a inflação em 2013 e 2014.

Também foram processados Francisco Roberto de Alburquerque, Luciano Galvão Coutinho, Marcio Pereira Zimmermann e José Maria Ferreira Rangel.

Tal comportamento ocorreu mesmo o Conselho ter sido alertado pela diretoria da Petrobras da necessidade de concessões de reajustes e de convergência com os preços internacionais para o equilíbrio econômico-financeiro da estatal. Caso o governo não atingisse a meta, o Banco Central teria que enviar uma carta ao Congresso Nacional justificando o discumprimento. Na época o atual presidente Michel Temer era candidato a vice-presidente de Dilma.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Sara Sampaio mostra sensualidade nas artes marciais
Sara Sampaio mostra as partes íntimas numa produção ousada para o famoso calendário do advento da revista espanhola Love. Adorei que este ano o tema tenha sido desporto.

Médica proíbe sexo para time antes de jogo contra o Liverpool
O Sevilha segue na segunda posição, com oito pontos, enquanto o Maribor é quarto, com apenas dois pontos. Um jogo que é decisivo na continuação da equipa na Champions League.

Indígenas protestam contra parecer sobre demarcação e são recebidos por ministra
Um grupo de aproximadamente 90 indígenas ocupou, na manhã desta quarta-feira, 6, a sede da Advocacia-Geral da União (AGU). Para o Conselho Indigenista Missionário (Cime), a medida restringe o direito ao reconhecimento das terras tradicionais.

Igreja é alvo de furto em Santa Cruz do Capibaribe
A ocorrência será registrada na Delegacia de Polícia Civil da cidade nesta quarta-feira (6), segundo o pároco Antônio Márcio. De acordo com a polícia, a travesti de 35 anos foi presa e os objetos furtados foram recuperados.

Outras notícias