Pedro Martins quer Vitória focado no Konyaspor, mesmo a precisar do Salzburgo

V. Guimarães Rafael Martins no treino antes do Konyaspor

"O nosso foco e concentração máxima estão neste jogo". "São indícios de retoma, de que a equipa já está a produzir aquilo que pode e deve fazer", afirmou o técnico vimaranense, em declarações à Sporttv, acrescentando: "São indicadores da nossa segurança, temos a linha defensiva toda disponível e os niveis de confiança vão aumentando".

O jogo com o Konyaspor é na quinta-feira, às 20h05, no Estádio D. Afonso Henriques. "Mas, ainda temos a oportunidade de nos redimirmos e passar a Fase de Grupos".

Ao lado do treinador, o extremo Héldon, utilizado até agora nos cinco jogos do Vitória na Liga Europa, admitiu a "sensação" de que se podia ter feito algo mais no Grupo I, mas prometeu que a equipa vai entrar em campo com "seriedade e muita vontade de vencer", apesar de não depender apenas de si.

Pedro Martins mostrou-se esta quarta-feira satisfeito com os "indícios de retoma" evidenciados pela equipa do Vitória de Guimarães, que atravessa a melhor fase da temporada, com dois triunfos consecutivos fora de casa.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Indígenas protestam contra parecer sobre demarcação e são recebidos por ministra
Um grupo de aproximadamente 90 indígenas ocupou, na manhã desta quarta-feira, 6, a sede da Advocacia-Geral da União (AGU). Para o Conselho Indigenista Missionário (Cime), a medida restringe o direito ao reconhecimento das terras tradicionais.

Corinthians acerta com Renê Júnior e Júnior Dutra para 2018
O volante foi oferecido ao alvinegro no início do ano, mas foi preterido para as contratações de Fellipe Bastos e Paulo Roberto. Renê preferiu a cautela ao lembrar que o contrato não foi assinado, mas exaltou a Fiel. "É uma oportunidade única".

Qualcomm oficializa Snapdragon 845
O próximo "carro-chefe" da Xiaomi pode ser anunciado no primeiro ou segundo trimestre de 2018. O 845 chega para substituir o atual Snapdragon 835 presente no Galaxy S8, por exemplo.

Cabral: anel de empreiteiro foi 'presente de puxa-saco'
Cavedish afirmou em depoimento que o anel serviu como porta de entrada para a Delta participar das obras. O meu então vice-governador Pezão foi nomeado por mim secretário de Obras.

Outras notícias