Suspeito morto pela polícia lavava dinheiro do PCC com empreendimentos em Maceió

Foragido do sistema prisional de São Paulo ostentava vida de luxo em Alagoas

Agentes da Polícia Federal em Alagoas (PF), com o apoio dos militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e da Radiopatrulha, prenderam na manhã desta quinta-feira (7), Erik da Silva Ferraz, considerado foragido do sistema prisional de São Paulo. Batizada de "Duas Caras", a ação aconteceu em Maceió e no município de Barra de São Miguel. Já foram arrecadados valores bastante significativos em moeda nacional e estrangeira, consoante registros fotográficos infra.

Segundo a PF, na casa de um dos laranjas, foi apreendida a quantia de US$ 500.000,00. Diversos bens, como carros de luxo, embarcações e imóveis de alto padrão estão sendo objeto de sequestro e apreensão.

Segundo a PF, o principal investigado era Erik da Silva Ferraz, que morreu baleado.

De acordo com o superintendente da PF, Bernardo Gonçalves, Erik era um dos chefes do PCC em São Paulo e filho de um dos seis maiores líderes da facção que ainda segue sendo procurado pela polícia. A última notícia é de que ele tenha sido sequestrado. Para mascarar as atividades, ele usava a identidade falsa de Bruno Augusto Ferreira Júnior e se passava por empresário bem sucedido no estado.

A polícia chegou às duas identidades por meio de exame prosopográfico, que descreve as feições humanas. "As investigações continuam para rastrear o dinheiro que acreditamos que tem origem no exterior e identificar outros envolvidos".

As buscas em Maceió foram feitas na casa de Ferraz, no Condomínio Aldebaran, nos estabelecimentos da família, como o restaurante Moriah, Santa Fé Spettus Bar e Academia Premier Combat-Fit, no bairro do Antares, e no Black Out Pub, na Jatiúca, e na casa de praia na Barra de São Miguel.

Segundo nota divulgada pela PF, a ação teve como objetivo "reprimir a atuação de organização criminosa constituída para promover ocultação de recursos provenientes de crimes como homicídio, assalto e tráfico de drogas".

A família inteira será indiciada pelos crimes de lavagem de dinheiro, associação criminosa e falsidade ideológica.

Os presos e todo o material apreendido serão encaminhados à sede da PF no bairro de Jaraguá, em Maceió.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Cantos del trabajo del llano: patrimonio cultural que hermana
En la noche se deja en el lodo y se retira al día siguiente, se vuelve a cocinar para que quede con ese tono particular. Resaltó que Venezuela ya tiene cinco años consecutivos de declaratoria de patrimonios culturales de la humanidad.

PMDB pode fechar questão sobre reforma da Previdência
Enquanto membros da base contam votos das bancadas, Temer tem feito encontros com parlamentares para falar sobre o projeto. O partido considera que a reforma é "primordial" para a retomada do crescimento no Brasil , acabando com os privilégios.

Luiz Fux é eleito presidente do TSE; Rosa Weber será a vice
A corte sempre é presidida por um ministro do STF , geralmente aquele que está há mais tempo no tribunal eleitoral. Inicialmente, ele ocupou uma vaga de ministro substituto.

"Esqueçam essa bobagem que não serei candidato", dispara Lula
O ex-presidente sugeriu ainda que a própria Lava Jato lance um candidato, se a intenção é evitar que ele se eleja. Tem um cidadão que acha que vai acabar com a violência dando arma, eu quero dar emprego", disse o ex-presidente.

Outras notícias