Terremoto de 3.6 atinge região Norte de Portugal

Sismo de 3.6 no distrito do Porto foi sentido pela população

A terra tremeu esta quinta-feira em Mesão Frio, distrito de Vila Real, atingindo uma magnitude de 3,6 na escala aberta de Richter, sem causar danos materiais ou pessoais.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o sismo foi registado cerca das 12h53, com epicentro localizado a cerca de oito quilómetros a noroeste de Mesão Frio.

O abalo terá sido sentido nos distritos do Porto, Braga e Vila Real, perto da 13h.

A Organização Científica Independente EMSC, baseada em Paris, também registou este terramoto em Portugal e chegaram-lhe testemunhos de que se sentiu "durante 1/2 segundos em Guimarães", apenas "o suficiente para abanar a loiça do armário" ou fazer os copos "tilintar" por tocarem uns nos outros.

"De acordo com a informação disponível, este sismo foi sentido, devendo em breve ser emitido novo comunicado com informação instrumental e macrosísmica actualizada", refere o IPMA.

Há quem tenha sentido em Penafiel, Mesão Frio, Marco de Canaveses e Freamunde, por exemplo.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Sara Sampaio mostra sensualidade nas artes marciais
Sara Sampaio mostra as partes íntimas numa produção ousada para o famoso calendário do advento da revista espanhola Love. Adorei que este ano o tema tenha sido desporto.

Confira as novidades da nova versão — WhatsApp Web
Por fim, contas "Comerciais" são aquelas que usam o aplicativo WhatsApp Business, mas ainda não foram confirmadas ou verificadas. Saiba como limpar o cache do Chrome, do Firefox e também do Safari. "Informação publicada é informação pública.

Médica proíbe sexo para time antes de jogo contra o Liverpool
O Sevilha segue na segunda posição, com oito pontos, enquanto o Maribor é quarto, com apenas dois pontos. Um jogo que é decisivo na continuação da equipa na Champions League.

Indígenas protestam contra parecer sobre demarcação e são recebidos por ministra
Um grupo de aproximadamente 90 indígenas ocupou, na manhã desta quarta-feira, 6, a sede da Advocacia-Geral da União (AGU). Para o Conselho Indigenista Missionário (Cime), a medida restringe o direito ao reconhecimento das terras tradicionais.

Outras notícias