Whindersson Nunes tem o vídeo mais visto no YouTube em 2017

Whindersson Nunes tem o vídeo mais visto no YouTube em 2017

O piauiense Whindersson Nunes continua sendo o YouTuber brasileiro com maior expressão no mundo.

Deste modo, a lista foi elaborada com base no número e tempo médio de visualizações, comentários, gostos e partilhas. O TOP 10 inclui assim os vídeos de música mais popular de 2017 do Youtube em Portugal. O 8º e o 9º lugar são ocupados pelo tema 'Vão-me dizer Yah', do moçambicano Messias Maricoa, e o 10º volta a pertencer a D4rkFrame.

O segundo lugar do pódio pertence a Ed Sheeran, com 'Shape of You' e a medalha de bronze vai para Calema, com 'A Nossa Vez'. Outras interpretações do mesmo autor, ocupam também o 2, 4 e 6 lugar, que totaliza cerca de 13 milhões de visualizações. "A vida toda" da cantora Carolina Deslandes - uma música que conta a história por detrás da sua vida com o guitarrista Diogo Clemente e o nascimento do primeiro filho - ocupa o terceiro lugar.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Bitcoin ultrapassa os 12.000 dólares por unidade
Stephen Roach, professor da Yale University, avisa que a bitcoin é um "conceito tóxico" para os investidores. No início desta semana, a CBOE Global Markets informou que lançará futuros de bitcoin no próximo domingo.

Putin anuncia candidatura à presidência em 2018
Ele recebeu inúmeras sentenças judiciais e passou vários períodos curtos em detenção. Abandonou a presidência para se tornar primeiro-ministro entre 2008 e 2012.

Quem vai vencer o Mundial de Clubes — Enquete
Tradicionalmente jogado no Japão, essa será a terceira vez em que o Mundial de Clubes será disputado nos Emirados Árabes Unidos. Mas o zagueiro treinou normalmente nos últimos dias, mostrando que estará apto para atuar nos Emirados Árabes.

60% da população considera trabalho do Congresso ruim ou péssimo
A porcentagem de pessoas que classifica o trabalho dos congressistas como ótimo ou bom caiu para 5% na pesquisa desta terça-feira. Aqueles com ensino fundamental completo atingem 52% de índice de desaprovação enquanto evangélicos pentecostais chegam a 51%.

Outras notícias