Apoio à pena de morte no Brasil sobe para 57%, segundo Datafolha

A pena de morte é defendida justamente entre os mais pobres

Uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira (8) pelo Instituto Datafolha revelou que o apoio da população à aplicação da pena de morte no Brasil cresceu nos últimos nove anos. Atualmente, 57% dos brasileiros são favoráveis à execução máxima; contra 47% registrados em 2008. No entanto, em percentuais, empata na margem de erro, com 1993 e 2007, quando 55% dos entrevistados se disseram favoráveis à punição. Segundo o levantamento, 57% dos entrevistados são favoráveis à adoção desse tipo de sentença. De acordo com a pesquisa, 39% da população são contrários à punição.

Somente em período de guerra declarada a pena de morte poderá ser aplicada, como está prevista no inciso 47 do artigo 5º da Constituição. Entre os que tem renda média de até cinco salários mínimos, a defesa da pena de morte é feita por 58%. O índice recua para 51% na faixa dos 5 a 10 salários (R$ 9.540) e cai ainda mais entre a parcela mais rica, indo para 42%.

Pesquisa aponta alta recorde de brasileiros que apoiam pena de morte. Em relação à idade, a faixa etária que mais concorda com a execução de condenados é a de 25 a 34 anos, onde 61% se disseram favoráveis à proposta.

Para a sondagem, o Datafolha entrevistou 2.765 brasileiros em 192 municípios, entre os 29 e 30 de novembro do ano passado.

Além disso, os mais favoráveis à medida são os homens (60%); em comparação a 54% de mulheres que apoiam a pena capital. Os idosos, acima de 60 anos, são os menos propensos a aceitar a adoção da punição (52%). Deste grupo, 45% se mostraram contrários, 4% não souberam responder e 1% é indiferente ao tema. O Datafolha também fez a análise por religião: os que mais defendem a punição são os católicos (63%) e os mais reticentes são os ateus (apenas 46% defendem).

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Vídeo: O discurso de Oprah Winfrey que conquistou o mundo
Cada um de nós nesta sala é celebrado por causa das histórias que contamos, e este ano nós nos tornamos a história. O protesto começou logo na passadeira vermelha, que, nessa noite, se vestiu de negro .

Resultado final: Moreirense-Benfica, 0-2
Após uma boa assistência de Jonas, o médio luso rematou de primeira à entrada da área e inaugurou o marcador. Foi o 20º golo de Jonas esta temporada no campeonato, selando o resultado.

RJ registra aumento nos casos de feminicídio em 2017
Segundo a Justiça, foram registrados 34 casos a mais que no ano anterior, que tiveram 54 processos correndo na Justiça. O mês de outubro foi o que apresentou o maior crescimento: 13 registros, contra cinco no mesmo período de 2016.

Joel Tadjo reforça opções para o ataque de Daniel Ramos — Marítimo
O avançado camaronês, Joel Tadjo foi ao final da manhã de hoje, oficialmente apresentado como novo reforço do Marítimo. A agremiação lusitana poderá exercer a opção de compra caso queira ficar com o atleta em definitivo.

Outras notícias