Em 2013 Santana dizia não ter possibilidades de ser eleito primeiro-ministro

Convite a Pacheco Pereira?

O Santana Lopes de 2017-2018 considera ter todas as condições para vencer as próximas eleições legislativas (previstas para 2019).

No terceiro e último debate, na Antena 1 e na TSF, para campanha interna às diretas de sábado, ambos admitem que gostariam de uma Constituição mais "simples e mais curta", segundo Rui Rio, ou "menos marcada ideologicamente".

Se o Partido Socialista estiver em minoria, eu prefiro deixar pasar o Governo do Partido Socialista, de modo a ele estar amarrado à Assembleia da República como um todo e não apenas à esquerda. "Pelo interesse nacional, temos de evitar que o BE e o PCP continuem na esfera do poder", disse Rui Rio, considerando que tal só é possível se o PSD deixar passar um Executivo socialista. "António Costa não pode enganar o PPD/PSD (.)".

"Santana Lopes tem problema grave, para mim, que é ser Santana Lopes". Santana Lopes defendeu a recondução da atual procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, enquanto Rui Rio preferiu não se comprometer e disse concordar com o Presidente da República que este é, por enquanto, um "não assunto".

"Como o Presidente da República disse, este devia ser um não assunto neste momento, é falta de sentido de Estado estar a pôr a questão em cima da mesa quando faltam dez meses para terminar o mandato", afirmou Santana Lopes, mas que admitiu defender a recondução.

"O partido há-de pensar nisso, eu não devo alimentar isto dizendo que sim ou não, senão estou a colaborar uma coisa que acho que é má para a actual procuradora", afirmou, escusando-se a responder se defende ou não a recondução de Joana Marques Vidal.

Na economia, não têm sido visíveis as diferenças entre os dois candidatos, ao contrário da Justiça, em que Rui Rio tem uma visão mais crítica e chegou a fazer um "balanço negativo" do mandato do Ministério Público.

Sobre o balanço negativo que fez da actuação do Ministério Público no anterior debate, Rui Rio disse tratar-se de uma apreciação global sobre o sistema de justiça, admitindo até desconhecer que havia uma questão à volta do fim do mandato de Joana Marques Vidal.

"Se Pedro Santana Lopes for o líder do partido e candidato a primeiro-ministro, eu tenho sérias dúvidas se o povo português, olhando para aquilo que se passou lá atrás, lhe confere a credibilidade para um novo exercício do cargo", afirmou Rui Rio, esta noite, em pleno debate televisivo na TVI.

O excerto do vídeo em causa foi posto a circular na segunda-feira por uma conta (Rio, Estamos Contigo) de apoiantes do antigo presidente da câmara do Porto, o adversário de Santana nas eleições directas social-democratas que têm lugar já no próximo sábado, 13 de Janeiro.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Boletim médico diz que Michel Temer 'passa bem' e pode viajar
De acordo com o boletim médico divulgado pelo hospital no final da tarde de hoje, "o presidente passa bem e já saiu do hospital". Temer passou por uma consulta de retorno dos procedimentos cardiológicos e urológicas aos quais foi submetido no fim de 2017.

Altered Carbon | Trailer | Netflix
Altered Carbon é uma intrigante história de assassinato, amor, sexo e traição, que se passa a mais de 300 anos no futuro.

Aos 50 anos ainda não é idade para parar — Kazu Miura
O mítico avançado japonês acabou de renovar contrato com o Yokohama FC e vai fazer pelo menos mais uma época. Kazu atua ao lado do brasileiro Leandro Domingues no clube da segunda divisão do Japão.

Agência S&P rebaixa nota de crédito do Brasil por atraso na Previdência
O JN tentou contato com os analistas responsáveis, mas a agência informou que só vai atender a imprensa na sexta-feira (12). A S&P havia retirado o selo de bom pagador do país em setembro de 2015, quando a nota passou de "BBB"- para "BB+".

Outras notícias