Ex-refém dos talibãs acusado de cometer 15 crimes depois de libertado

Ele está sendo acusado de ter cometido 12 crimes, incluindo abusos sexuais, ameaças de morte e - ironicamente, dado que é um ex-refém - confinamento forçado. A norte-americana estava grávida quando foi sequestrada.

O advogado de Joshua Boyle, Eric Granger, confirmou à agência noticiosa Associated Press (AP) que o seu cliente responde por várias acusações, mas que, até prova em contrário, "é inocente".

Em 2012, Boyle viajou para o Afeganistão por razões desconhecidas, embora tenha reconhecido em 2009 que estava obcecado com tudo o que estava relacionado com o terrorismo islâmico. As acusações foram negadas pelo grupo.

Os incidentes teriam ocorrido nos últimos meses, depois da família voltar ao Canadá. Vale mencionar que a identidade das vítimas está sendo protegida pelo veto de publicação.

Desde sua chegada ao aeroporto de Toronto, em 14 de outubro, Boyle acusou os talibãs de terem assassinado uma menina nascida em cativeiro e estuprado sua esposa. Ele nunca esteve com problemas antes. Nenhuma prova foi apresentada ainda, o que é normal nesta fase. "Estamos ansiosos para receber as provas e defendê-lo contra essas acusações", disse Granger.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

SC: Chuvas provocam deslizamentos e deixam desaparecidos
Preliminarmente, houve danos em escolas de Porto Belo , queda de dez postes de energia elétrica e em locais que vivem da pecuária. Os casos mais graves envolveram deslizamentos de terra e o desaparecimento de uma pessoa.

Barril de Brent abre em baixa
O Brent fechou a quarta-feira cotado a US$ 69,20 por barril, o que simboliza uma alta de US$ 0,38, ou de 0,55% no preço.

Fernando Segovia diz que PF vai concluir Lava Jato neste ano
Segovia, no entanto, afirmou que não faz o cálculo sobre eventual influência da aceleração dos inquéritos nas eleições deste ano. Hoje já foram convocados 17 delegados para auxiliarem nessas investigações.

Feed do Facebook vai priorizar posts que incitem o debate
Usuários podem ver mais posts de páginas que elas seguem escolhendo a opção "Ver Primeiro" nas preferências do feed de notícias . De acordo com executivos da empresa , é esperado que as mudanças façam as pessoas se sentirem melhor com o uso do Facebook .

Outras notícias