Fleet Foxes juntam-se ao cartaz do Vodafone Paredes de Coura

Fleet Foxes

Fleet Foxes são a nova confirmação para o festival Vodafone Paredes de Coura, que terá lugar na Praia Fluvial do Taboão de 15 a 18 de agosto e já conta com artistas como Björk, Skepta e Curtis Harding. De acordo com a publicação feita esta quarta-feira no Facebook, os norte-americanos regressam a Portugal a 16 de Agosto, segundo dia do evento.

Ainda que influenciados pelo country-rock americano e pelo folk-rock britânico, os Fleet Foxes mostraram-se, desde o seu início em 2008, capazes de fazer algo realmente especial com essa mistura de estilos e influências.

A banda, que estava em pausa criativa desde 2011, lançou em junho de 2017 o seu terceiro álbum, Crack-Up, produzido pelo próprio vocalista e guitarrista do grupo, Robin Pecknold.

"I'm All That I Need" e "Fools Errand" são músicas deste mais recente álbum que poderão ser ouvidas no festival minhoto. O NOS Alive adicionou The Kooks ao seu cartaz e o Vodafone Paredes de Coura vai trazer Fleet Foxes ao autoproclamado habitat natural da música. And You Will Know Us by the Trail of Dead. A partir de dia 22 de janeiro, segunda-feira, passam a custar 100 euros.

Quanto aos Fleet Foxes, estão de visita a Portugal pelo segundo ano consecutivo com um ligeiro desvio na rota.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

"Cheguei ao melhor clube português", diz Rúben Ribeiro
Estou aqui para ajudar", assinalou o novo reforço do Sporting, que vai representar nas próximas duas épocas e meia. O médio é o terceiro reforço de inverno a ser apresentado, depois de Wendel e Misic.

TRT 2 nega pedidos de Cristiane Brasil para assumir MTE
A defesa pedia ainda que o recurso fosse distribuído para o desembargador Sergio Schwaitzer, mas o magistrado está de férias. Cristiane Brasil, no entanto, não teve tempo de se recuperar das últimas denúncias.

Homem em fuga depois de agredir militar da GNR
Segundo fonte do Comando Territorial de Castelo Branco da GNR, citado pela agência Lusa, o caso registou-se cerca das 11:00. Há informações não confirmadas pela GNR de que o indivíduo poderá ter roubado a arma ao militar agredido e estará armado.

Alimentos mais baratos explicam IPCA abaixo do piso da meta, diz BC
Ele ressaltou que o Relatório de Inflação do BC, divulgado a cada três meses, estima que a inflação fechará 2018 e 2019 em 4,2%. Ao excluir os alimentos, o índice teria encerrado o ano passado em 4,54%, próximo do centro da meta.

Outras notícias