Kodak cria seu próprio bitcoin e ações sobem mais de 100%

Kodak anuncia uma nova moeda digital e acções mais do que duplicam

O último lançamento, porém, foi inesperado.

Sempre lembrada como uma daquelas empresas que "perderam o bonde" do mundo da tecnologia, na época da transição da fotografia analógica para digital, a Kodak não parece disposta a ficar parada desta vez. A novidade foi bem recebida.

Nesta terça-feira, a ação da empresa fechou em alta de 119,3%, a R$ 22,10 (US$ 6,80), na Bolsa de Valores de Nova York.

"Participar de uma nova plataforma, é fundamental que os fotógrafos conheçam seu trabalho e seus ganhos sejam gerenciados de forma segura e com confiança, exatamente o que fizemos com a KODAKCoin", disse o CEO da WENN Digital, Jan Denecke.

Jeff Clarke, CEO da Kodak.

A oferta inicial de moedas será aberta em 31 de janeiro de 2018 e está aberta a investidores credenciados de países como EUA, Reino Unido e Canadá.

Além disso, durante a feira de tecnologia CES que acontece nesta semana em Las Vegas, a empresa também anunciou que irá investir em computadores projetados para minerar bitcoin se associando à empresa Spotlite, especializada neste tipo de máquina.

Chamada de KashMiner, ela será vendida por US$ 3,4 mil em contrato de dois anos.

O modelo de negócio gerou críticas nas redes sociais. No modelo das moedas digitais, a dificuldade para a mineração de novas moedas aumenta na mesma medida da capacidade de processamento da rede - quanto mais gente minerando bitcoins, mais difícil a atividade se torna. Os papéis, entretanto, custam pouco mais de US$ 9 cada um, um preço baixo para uma companhia de tal nome, mas o maior valor já atingido por eles em muito tempo. São novos passos e possíveis caminhos para uma marca americana centenária que virou sinônimo de cartuchos de filmes analógicos, impressão de papel e equipamentos fotográficos. Há seis anos, entrou em falência após a ascensão das fotos digitais e sobreviveu ao adotar um novo foco: impressões digitais.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

PlayStation não seguirá formato de 'games como serviço', garante CEO
A empresa anunciou que o console vendeu mais de 5,9 milhões de unidades durante as festas de fim de ano em 2017 em todo o mundo. Gostaria de agradecer à nossa comunidade e aos nossos parceiros por nos terem ajudado a alcançar estes marcos impressionantes.

Mira Amaral teme que VW leve produção da Autoeuropa para Marrocos
E agora, o ex-político encara o futuro da empresa em Portugal com preocupação e pessimismo, confessa ao Dinheiro Vivo . Para Mira Amaral , não se percebe o braço de ferro dos sindicatos e da empresa.

Militares venezolanos escarban en la basura buscando comida
El pleno del Parlamento sirvió asimismo para que la Cámara declarara nula la "criptomoneda" que Maduro ha dicho que lanzará, el petro , que estará respaldada en riquezas petroleras venezolanas y cuya unidad tendrá el mismo valor que el barril de crudo del país caribeño en el mercado internacional.

Mercados emergentes vão conduzir crescimento global em 2018, diz Banco Mundial
Para a economia global , o Banco Mundial prevê um crescimento próximo a 3,1% em 2018 após um alta estimada de 3% em 2017. O BM diz que a recuperação modesta na África subsaariana é apoiada por uma melhoria de preços das matérias-primas.

Outras notícias