Kvyat é o novo piloto de desenvolvimento da Ferrari

Ferrari anuncia Daniil Kvyat como piloto de testes

O russo Daniil Kvyat, que não renovou o contrato com a Red Bull ao fim da última temporada da Fórmula 1, será o novo piloto de testes da Ferrari, anunciou a escuderia italiana pelo Twitter nesta quarta-feira.

O jovem de 23 anos, que estava buscando vaga como piloto titular, chegou a entrar em contado com a Williams. A equipe inglesa, contudo, deve fechar com o também russo Sergey Sirotkin. Mas agora o russo foi confirmado como piloto de desenvolvimento da Ferrari, que tem o alemão Sebastian Vettel e o finlandês Kimi Raikkonen como seus titulares.

Campeão da GP3 em 2013, Kvyat estreou na F1 com a Toro Rosso, filial da Red Bull, em 2015, mas acabou perdendo espaço na categoria devido a diversos acidentes e à acensão do holandês Max Verstappen. Ao fim de 2014, foi promovido a Red Bull Racing para ser o segundo piloto da equipe, ao lado de Daniel Ricciardo.

A primeira corrida da nova temporada da Fórmula 1 acontecerá no fim de semana do dia 25 de março, com o Grande Prêmio da Austrália, na pista de Melbourne.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Países del ALBA-TCP fortalecen integración
Ante ello, dijo que como organización tomarán posición política sobre las actividades que se celebrarán en la Cumbre de las Américas en la que estará presente Donald Trump .

Jair Bolsonaro revela que usou auxílio-moradia para 'comer gente'
Você tá satisfeita agora?- disse, ao ser questionado se havia utilizado o benefício para comprar o próprio apartamento. Na entrevista à Folha, ele se defendeu, definindo a afirmação como um "desabafo" em representação do povo.

Atenção ao falso cartão presente de 250 euros do Lidl — Fraude
Além disso, em declarações à TVI, fonte da empresa adianta que "já foram alertadas as autoridades competentes". A mensagem que está a ser partilhada é falsa e trata-se de uma fraude eletrónica.

Mulheres assistem jogo no estádio pela primeira vez na Arábia Saudita
Estou muito orgulhosa de ser uma testemunha desta mudança massiva", disse uma moradora de Gidá ao The Guardian . Em outubro, o príncipe da Arábia Saudita havia indicado que promoveria mudanças sociais no país.

Outras notícias