Ministro das Finanças de Portugal assume presidência de Eurogrupo

Numa conferência de imprensa, em Sófia, por ocasião do lançamento da presidência semestral búlgara do Conselho da União Europeia, sensivelmente na mesma altura em que, em Paris, Mário Centeno recebia a "pasta" do seu antecessor, o holandês Jeroen Dijsselbloem, o presidente da Comissão saudou "o novo presidente do Eurogrupo" e congratulou-se por agora ter sido escolhido um ministro do Sul, "o que não se deve confundir com o Club Mediterranée", ao contrário do que pensam "alguns ortodoxos do Norte da Europa". As suas funções passarão por gerar consensos e representar o grupo dos ministros das Finanças da moeda única. Agradeço ao Jeroen [Dijsselbloem] pelo trabalho duro e pelos compromissos que conseguimos atingir nos últimos cinco anos.

À saída do encontro, Mário Centeno não prestou declarações aos jornalistas.

Centeno recebeu, há momentos, o sino com que Jeroen Dijsselbloem dirigiu as reuniões do Eurogrupo, durante o tempo em que foi presidente, e garantiu que está motivado e confiante com este novo desafio.

"Temos de estar cientes que a preparação para o que está para vir, os desafios que temos têm de ser enfrentados já e preparar-nos para os tempos que estão para chegar na zona euro como um todo", concluiu.

"Trabalhámos juntos de perto e estou mesmo contente que ele tenha um forte apoio no Eurogrupo, vai impulsionar reformas, impulsionar a modernização da zona euro ainda mais longe".

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse, esta sexta-feira, que "foi sábio nomear alguém que vem da Europa do Sul" para presidir ao Eurogrupo, e escusou-se a dar conselhos a Mário Centeno, com quem tem previsto encontrar-se "em breve". "É o melhor momento para assumir [o cargo], a zona euro está melhor, é uma oportunidade para levar as reformas ainda mais longe", afirmou.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

PM desaparece durante ocorrência policial em São José dos Campos
Equipes do Corpo de Bombeiro fizeram buscas no local até às 20h30 desta terça, mas os dois não foram encontrados. Um helicóptero da Polícia Militar também apoia as buscas sobrevoando o trecho.

Aposentados e pensionistas que recebem um salário mínimo terão reajuste de 1,81%
Com dois anos de reajuste do mínimo abaixo da inflação , a perda acumulada é de 0,34%, segundo o Dieese. Além disso, os beneficiários do salário-família também terão impactos na renda.

Irã afirma que Trump não sabe qual decisão tomar sobre pacto nuclear
O Presidente Donald Trump vai decidir em breve se restabelece ou não as sanções contra Teerão. Segundo o acordo, o Presidente dos EUA tem que certificar o acordo a cada três meses.

Trump admite que EUA podem voltar ao Acordo de Paris
"E eu não vou permitir que isto ocorra", disse Trump em coletiva de imprensa conjunta com a primeira-ministra da Noruega, Erna Solberg.

Outras notícias