Motorista é condenado por mortes de Cristiano Araújo e namorada

Motorista é condenado por mortes de Cristiano Araújo e namorada

O motorista do cantor sertanejo Cristiano Araújo foi condenado pela justiça pelas mortes do cantor e da namorada dele Allana Moraes, de 19 anos.

Ronaldo Miranda deve cumprir 2 anos e 7 meses de detenção, em regime aberto, pelo crime de homicídio culposo, quando não há a intenção de matar.

Ronaldo dirigia o carro do artista no momento do acidente em junho de 2015, na BR-153, quando Cristiano voltava de um show. A juíza considerou sua ação como imprudente e negligente. "O acusado deixou de utilizar do conhecimento técnico necessário para condução do veículo, eis que naquele momento atuava na função de motorista da vítima", disse Carrijo, em relação a condenação por imperícia.

A velocidade máxima permitida era de 110 km/h.

De acordo com os laudos da "caixa-preta" do veículo, o carro estava se movimentando a uma velocidade de 179.3 km.

Desde setembro de 2015, Miranda trabalha com o cantor Marrone, que forma dupla com Bruno, acompanhando o músico em turnês e em compromissos pessoais. Por atender os requisitos do Código Penal Brasileiro (artigo 44), ele teve a pena substituída pela prestação de serviços à comunidade e pecuniária no valor de dez salários mínimos.

Além disso, a juíza determinou que Miranda pague R$ 25 mil a título de reparação dos danos causados aos sucessores de cada uma das vítimas. Ronaldo também teve sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Silvio Santos cria conta no Twitter e gera comentários nas redes
Ele teria exigido, ainda que o texto fosse mostrado no Fofocalizando . O pedido chegou à equipe do programa de fofocas como se fosse piada.

Papa casa dois tripulantes em avião de Santiago a Iquique
Não soube, porém, explicar em que diocese ficaria registado, uma vez que se realizou em pleno voo. Acabaram por nunca mais o fazer.

Metro de Lisboa: linhas azul e amarela vão ser reforçadas
As linhas amarela e azul terão mais um comboio no período entre as 7:30 e as 9:30. Este ano, espera-se que 90% do material circulante (comboios) esteja disponível.

Meirelles: Não há nada decidido sobre reduzir juros do cheque especial
Ontem, o presidente da Febraban, Murilo Portugal, reuniu-se com o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Eduardo Guardia. Mais cedo, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse a jornalistas que os juros do cheque especial são elevados.

Outras notícias