Policiais e bombeiros encerram greve no Rio Grande do Norte

Policiais e bombeiros encerram greve no Rio Grande do Norte

A garantia dada pelo governo do Rio Grande do Norte aos policiais civis e militares, além dos bombeiros, do pagamento dos salários atrasados e de maiores investimentos nas tropas, findou a mais longa paralisação das categorias já registrada no Estado.

O governo do Estado afirmou que será efetuado o pagamento relativo ao mês de dezembro para os policiais até a próxima sexta-feira (12), segundo o sindicato. As informações foram dadas pelo portal G1.

Também deve ser disponibilizado recursos federais para investimento na infraestrutura da corporação, além de novas viaturas.

De acordo com Márcia, o governo adiantou que, para o quitar o salário deste mês e o décimo terceiro, depende de um empréstimo, que deve ser negociado com a Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (10).

De acordo com o subtenente Eliabe Marques, presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), a operação Segurança com Segurança continua, uma vez que o movimento de valorização do profissional deve ser permanente, mas que é interesse da categoria chegar a um consenso que permita o retorno dos trabalhos.

Além dos salários em dia, constavam nas demandas urgentes dos policiais e bombeiros miliares a cobrança por manutenção preventiva das viaturas, fornecimento de fardamento e de equipamentos necessários às atividades dos militares, além do reajuste do vale alimentação e extensão do benefício para o interior do estado.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Ex-refém dos talibãs acusado de cometer 15 crimes depois de libertado
Vale mencionar que a identidade das vítimas está sendo protegida pelo veto de publicação. Os incidentes teriam ocorrido nos últimos meses, depois da família voltar ao Canadá.

Barcelona-Celta de Vigo: 'Quartos' em disputa
Barcelona e Celta de Vigo prosseguem a luta por um lugar nos quartos-de-final da Taça do Rei. Luís Suárez, aos 30, definiu o placar do intervalo.

No Boca de novo, Tevez garante aposentadoria no fim de contrato
O último título do Boca no torneio foi em 2003. "Minha volta também é pela Libertadores", afirmou o atacante. Quando mais passa o tempo desde que ganhamos, mais difícil fica.

Ministro das Finanças de Portugal assume presidência de Eurogrupo
Agradeço ao Jeroen [Dijsselbloem] pelo trabalho duro e pelos compromissos que conseguimos atingir nos últimos cinco anos. À saída do encontro, Mário Centeno não prestou declarações aos jornalistas.

Outras notícias