SC: Chuvas provocam deslizamentos e deixam desaparecidos

As chuvas causaram inundações deslizamentos de terra destelhamentos panes elétricas entre outras ocorrências

Duas pessoas morreram e dois estão desaparecidos. Os bairros mais atingidos foram Vila Nova, Perequê e Sertão de Santa Luzia. "Muitas já estão estado de atenção dos acumulados de chuvas nos últimos dias, que foram bem altos e têm previsão de mais chuva até o próximo domingo", afirma o major da Polícia Militar, Rinaldo Monteiro, coordenador da Defesa Civil no Vale do Paraíba. Preliminarmente, houve danos em escolas de Porto Belo, queda de dez postes de energia elétrica e em locais que vivem da pecuária.

Em Porto Belo, cerca de 200 pessoas também foram retiradas de suas casas. A Secretaria de Obras ainda trabalha na limpeza das pistas.

Silva conta que as pessoas desalojadas estão na Casa da Cidadania, abrigo da prefeitura e que os desalojados estão em residências de parentes e amigos.

Já em Balneário Camboriú, segundo a Defesa Civil, choveu 75 milímetros da meia-noite à uma da manhã, o que foi responsável pelo grande acumulado de água e pelos maiores prejuizos. Além disso, a estrada também foi atingida por deslizamentos. O rio das Ostras chegou a sair da calha. O Centro, São Judas Tadeu, Nova Esperança foram afetados significativamente. Os casos mais graves envolveram deslizamentos de terra e o desaparecimento de uma pessoa. Ele andava a pé na Avenida do Estado, que faz divisa com Itajaí.

Conforme o último relatório da Defesa Civil, divulgado às 8h30 desta quinta-feira, 11, a situação mais crítica é em Florianópolis, onde já choveu mais de 300mm, volume que supera a média climatológica do mês de janeiro. No Ratones, norte da Ilha, uma ponte caiu e moradores ficaram ilhados.

As chuvas constantes que atingiram Imbituba e a região desde a terça-feira, provocaram alagamentos e problemas da drenagem pluvial, causado pelo grande volume de água.

Tempo: mais nuvens no Litoral e mais aberto nas demais regiões.

Um homem de 59 anos morreu nesta quinta-feira (11) no bairro Itacorubi, em Florianópolis, depois de sofrer um infarto, cair e bater a cabeça enquanto tentava ajudar vizinhos a limpar um bueiro entupido. Qualquer problema deve ser comunicado à Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros no número 193. Apenas em 24 horas, entre a manhã do dia 10 e a manhã do dia 11 de janeiro choveu o equivalente a chuva de todo o mês de janeiro. "Toda essa chuva é favorecida pela evaporação do mar, que está aquecido, e os elevados índices de umidade do mar que são transportados para as cidades litorâneas", explicou a meteorologista da Epagri/Ciram Laura Rodrigues à agência de da Secretaria de Comunicação do Estado. No fim de semana o tempo será de sol e temperaturas mais elevadas.

"Hoje as chuvas continuam com intensidade, mas não previsão de temporal. Amanhã o volume já será menor", destaca.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Barril de Brent abre em baixa
O Brent fechou a quarta-feira cotado a US$ 69,20 por barril, o que simboliza uma alta de US$ 0,38, ou de 0,55% no preço.

Fernando Segovia diz que PF vai concluir Lava Jato neste ano
Segovia, no entanto, afirmou que não faz o cálculo sobre eventual influência da aceleração dos inquéritos nas eleições deste ano. Hoje já foram convocados 17 delegados para auxiliarem nessas investigações.

Guilherme Arana é apresentado no Sevilla e já quer estrear domingo
No Sevilla , Arana vai disputar posição com o espanhol Sergio Escudero, hoje titular. Venho trabalhando muito forte, me preparei durante as férias, estou bem fisicamente.

Lisandro segue para o Inter: os contornos do negócio
Esta quinta-feira, o Tuttomercado avança que só falta uma assinatura para Lisandro López deixar o Benfica para rumar a Itália. Chegado à Luz há quatro anos, o jogador não se conseguiu impor de águia ao peito e volta a ser cedido pelo Benfica.

Outras notícias