Sete suspeitos de ritual satânico em Novo Hamburgo têm prisão decretada

Suspeitos de esquartejar crianças em ritual de magia negra são presos

Sete suspeitos de participação em um ritual satânico que resultou na morte de pelo menos duas crianças no interior de um templo em Morugava, em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre, tiveram a prisão preventiva decretada. O ritual teria custado R$ 25 mil. Um dos foragidos teria raptado as crianças na Argentina em troca de um caminhão roubado.

A Polícia Civil divulgou na manhã desta segunda-feira (8) o nome das sete pessoas suspeitas de estarem envolvidas no esquartejamento de duas crianças em um ritual satânico que teria sido realizado em um templo localizado em um sítio em Morungava, em Gravataí.

Além de Silvio Fernandes Rodrigues, foram presos Jair da Silva, sócio que encomendou o ritual; Andrei Jorge da Silva, um dos filhos de Jair; Márcio Miranda Brustolin. O motivo para o ritual, conforme o delegado, seria o de atrair prosperidade para os negócios da empresa dos sócios facilitando a venda de uma área de terra e de veículos. "Tudo leva a crer que no templo foi comida carne e tomado sangue".

"Um horrendo, cruel e bárbaro crime". Um dos detidos é o líder do templo. As apreensões e primeiras prisões ocorreram no fim de dezembro.

De acordo com o delegado, o ritual foi iniciado com um dos sócios, que era evangélico, renunciando a Jesus dentro de uma igreja.

Por isso, com base nos novos indícios coletados na investigação, surgiu a hipótese de que o menino e a menina possam ter sido trazidas ou compradas na Argentina.

Fermino afirma que uma testemunha relatou que viu o menino amarrado em um pedestal, e que a menina estava deitada no chão, em um ambiente escuro, iluminado apenas por velas, com os discipulos ajoelhados ao redor.

Segundo a polícia, as crianças teriam sido decapitadas por meio de torniquetes.

"O deus deles, ou demônio Moloch, é especializado em sacrifício de crianças". Em setembro, a investigação estava em sua fase ainda inicial, e polícia acreditava até que as crianças poderiam ser vítimas colaterais de uma disputa relacionada com o tráfico de drogas.

Na época, pedaços de membros humanos como pés, braços, mãos, pernas e troncos foram encontrados por um catador de lixo em Lomba Grande, região rural do município de Novo Hamburgo, no Vale dos Sinos.

Em coletiva de imprensa, o delegado Moacir Fermino Moacir Fermino, responsável pelo caso, deu detalhes sobre o crime.

A Polícia suspeita que eles tenham sido trocados por um caminhão roubado no Brasil. As cabeças das crianças ainda não foram encontradas.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Marcelo: "É uma das piores situações que vivi"
"O Real Madrid não está habituado a estar na posição que está, mas o futebol é assim", declarou o internacional brasileiro. Na reta final da partida, Maxi Gómez empatou, aumentado ainda mais a pressão sobre o time de Zidane.

Rocha Loures diz que cumpria ordens de Temer sem questioná-las
De tão simplória, a versão de Rocha Loures é uma afronta à inteligência da PF. E Loures concorda: "Você não conhece e ele também não te conhece".

Série premiada The Handmaid's Tale chega ao Brasil em março
A vencedora do Globo de Ouro como Melhor Série Dramática de TV, The Handmaid's Tale' , chega em março com exclusividade no Paramount Channel .

IMI a pagar em Abril baixa em 52 municípios
Lisboa, Amadora, Loures, Oeiras, Cascais ou Braga sao alguns dos municípios que vao conceder IMI familiar em 2018. Este ano há também mais autarquias, que vão aderir ao IMI familiar.

Outras notícias