Trump arrasa lei do aborto. "Está errado. Tem que mudar"

Trump torna-se no 1.º presidente a apoiar em direto marcha anti-aborto

A lei do aborto norte-americana foi esta sexta-feira criticada pelo presidente norte-americano, que a considerou "das mais permissivas do mundo", numa ligação de vídeo em Washington.

"Como todos sabemos, [o caso judicial] Roe vs Wade resultou numa das mais permissivas leis do aborto de todo o mundo", declarou Donald Trump, numa mensagem lida a partir dos jardins da Casa Branca.

"Tem que mudar", acrescentou o presidente norte-americano.

Os outros países que permitem abortos voluntários depois de 20 semanas são Canadá, Holanda, Cingapura e Vietnã, segundo o Instituto Charlotte Lozier, um centro de pesquisa antiaborto. A agência disse que estava revogando a norma do governo Barack Obama que buscava desencorajar Estados de tentar retirar os fundos de organizações que fornecessem serviços de aborto.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Quarta expansão chega em Fevereiro — Battlefield Apocalypse
Poderão, inclusivamente, encontrar novos veículos, armas e gadgets em Battlefield 1 Apocalypse . Jogadores entrarão em um inferno e participarão da batalha mais brutal da Grande Guerra.

Gusttavo Lima e Andressa Suita anunciam segunda gravidez: "Agora somos quatro"
Andressa, que faz aniversário neste sábado, também dividiu sua felicidade com os fãs: "Não somos mais três, agora somos quatro". O primeiro filho ainda é um bebezinho e já encomendaram novo herdeiro, sete meses depois de Gabriel.

Reino Unido nomeia 'secretária da Solidão'
Um relatório divulgado no ano passado indicou que o impacto negativo da solidão sobre a saúde pode ser semelhante ao de fumar 15 cigarros por dia.

River disponibiliza empréstimo, e Atlético-MG se aproxima de Tomás Andrade
Andrade foi revelado pelo River Plate em 2014, sendo que acabou preterido no time principal e arrumou malas para a Inglaterra. O atleta chegou a ser oferecido também para Internacional e Chapecoense, mas o negócio não avançou.

Outras notícias