Telefônica Brasil anuncia aporte de R$ 24 bilhões entre 2018 e 2020

Da esq para dir David Melcon vice-presidente Financeiro da Telefônica Brasil dona da marca Vivo o presidente Eduardo Navarro e Christian Gebara vice-presidente executivo comemoram 20 anos de listagem na Bolsa de Valores de Nova York. Os executivos

A Telefônica Brasil informou nesta segunda-feira (12) que pretende investir cerca de R$ 24 bilhões entre 2018 e 2020 para melhorar e expandir sua rede móvel e fixa.

A empresa, que opera sob a marca Vivo, também anunciou investimento adicional estimado de 2,5 bilhões de reais na expansão da rede de fibra óptica no período, disse em fato relevante. O montante não inclui eventuais investimentos em licenças.

A Telefônica Brasil afirma que os investimentos estão sujeitos a mudanças no ambiente de negócio e macroeconômico.

"Temos grandes vantagens quando aproveitamos nossa experiência da Espanha". Participaram o presidente da companhia, Eduardo Navarro; o vice-presidente executivo da Vivo, Christian Gebara; e o chefe financeiro, David Melcon. Em 2017, a companhia investiu R$ 7,998 bilhões.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Battle Royale mobile está disponível para iOS via convite — Fortnite
Mas, se quiserem experimentar o jogo antes da sua chegada, podem tentar a participação na versão beta do jogo. No sistema operacional da Apple, o jogo não funcionará em dispositivos mais antigos do que o iPhone 6S/SE .

Roteirista indica morte de heróis em "Vingadores: Guerra Infinita"
Vale ressaltar que essa atração pode indicar o lançamento de um novo trailer do filme! Vingadores: Guerra Infinita chega aos cinemas em 26 de abril.

Sindicatos e Governo não chegam a acordo. Professores mantêm greve
No último dia de protesto, dia 16, serão os professores do norte (Porto, Braga, Viana do Castelo, Vila Real e Bragança) e dos Açores a paralisarem as aulas.

Botafogo repercute morte de Bebeto de Freitas: "Sempre um botafoguense apaixonado"
A morte foi confirmada pelo prefeito de Belo Horizonte e ex-presidente do Atlético , Alexandre Kalil , que se despediu do amigo. O dirigente passou mal no hotel da concentração do Atlético-MG, clube no qual atuava como diretor de administração e controle.

Outras notícias