Coreia do Norte recebe representantes do governo chinês

Coreia do Norte recebe representantes do governo chinês

A Coreia da Norte comemorou neste domingo o 106.º aniversário do nascimento do fundador do país, Kim Il-sung, considerada uma das festividades mais importantes do país.

De acordo com a agência estatal, o líder norte-coreano expressou satisfação pelo recente desenvolvimento das relações bilaterais entre os dois países.

Após cerca de dois anos de uma escalada da tensão, devido à realização de testes nucleares e balísticos por parte do regime de Pyongyang, a comunidade internacional está a assistir a um período de apaziguamento entre os dois vizinhos.

Enquanto o país se prepara para as cimeiras históricas com a Coreia do Sul e os Estados Unidos, a decoração de propagandística foi evitada.

Acredita-se que a não citação, bem como a posição mais branda do governo norte-coreano tenha ligação com as reuniões marcadas com a Coreia do Sul e, principalmente, os EUA.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Banhista é atacado por tubarão em praia — Pernambuco
O ataque ocorreu na altura da Igrejinha da Piedade, onde há maior número de registro de ataques de tubarão. Resgatado conscientemente, o natalense tinha lesões nos braços e na perna direita.

Jovem morre atropelado na Av. Duque de Caixas; suspeito fugiu
Um homem morreu após ser atropelado por pelo menos dois carros na BR-369 em Apucarana na noite desta quinta-feira (12). A mulher apresentava sinais visíveis de embriaguez e se recusou a fazer o teste do bafômetro.

Odair fecha treino e faz mistério no Inter para estreia no Brasileirão
Arbitragem: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão, auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires (trio de Goiás). Um minuto depois, William Pottker recebeu lançamento e fez o passe para Nico disparar um chute que tirou tinta do travessão.

"França não declarou guerra ao regime de Bashar al-Assad" — Macron
Ainda conforme o comunicado de Macron, o uso de armas químicas na Síria "é um perigo imediato para o povo sírio e para nossa segurança coletiva".

Outras notícias