Febre Amarela: 10 milhões de pessoas ainda precisam se vacinar

Jogadores vão usar escudo da campanha

O Rio de Janeiro atingiu meta de 40,9% dos vacinados contra a febre amarela; São Paulo chegou a 52,4% da população-alvo e Bahia vacinou 55%. A meta é de imunizar 23,8 milhões nos três locais. Segundo dados da literatura científica sobre o tema, é necessário vacinar 95% da população-alvo para se ter um maior controle sob o surto. O período de alta da doença segue até maio.

Os dados referem-se às 77 cidades que fizeram parte da campanha com estratégia de fracionamento; e a ampliação para mais 52 municípios de São Paulo. "O Ministério da Saúde chama a população para se proteger contra a febre amarela indo aos postos de vacinação e garantir a sua imunização". Será feita de forma gradual e concluída até abril de 2019.

A medida é preventiva e tem como objetivo antecipar a proteção contra a doença para toda população; em caso de um aumento na área de circulação do vírus.

Dados do Ministério da Saúde apontam que Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia atingiram níveis "bem abaixo" da vacinação ideal para o controle da febre amarela. No total, foram 5.052 casos notificados; sendo 2.806 já descartados e 1.119 continuam em investigação. A febre amarela, como dengue, zika e chikungunya - outras doenças também transmitidas por mosquito -possuem uma característica de sazonalidade e são mais frequentes no verão. Dessa forma, o período para a análise considera de 1º de julho a 30 de junho de cada ano. A recomendação contraria entendimento da Organização Mundial da Saúde (OMS) de que uma única dose da vacina protege para a vida toda. Quando o ministério fala de população-alvo, assim, a referência é aos residentes dessas regiões.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Estados Unidos, Inglaterra e França atacam Síria conjuntamente; veja comentários dos presidentes
Até agora, o regime de Assad ainda não se pronunciou oficialmente sobre o ataque. Trump vinha ameaçando há dias uma resposta ao ataque químico na cidade de Duma.

Peritos começam a investigar ataque químico no sábado — Síria
Peritos da Organização para a Proibição das Armas Químicas (OPAQ) estão a caminho da Síria e começam a investigar o alegado ataque químico em Douma no sábado, segundo anunciou a organização.

Lisboa com mais radares e 120 câmaras de vigilância nos semáforos
Neste momento, Lisboa tem 21 radares e este número deverá ser reforçado, mas ainda não se sabe em quantos. Na implementação das câmaras de vigilância está previsto um aumento de cerca de cinco milhões de euros.

Kim Kardashian elogia desempenho de Khloé no parto: 'Fez parecer tão fácil'
O bebé chega numa altura dramática, depois de terem sido divulgados vídeos do jogador com outras mulheres. Após as recentes informações, Kim recorreu às redes sociais para falar da sobrinha mais nova.

Outras notícias